Melhores Clipes de 2019

Halsey, Miley Cyrus, Normani, The Killers e Lizzo são alguns dos artistas na lista.

Em 2019, o mundo dos videoclipes denunciou o descaso com imigrantes, ressaltou as dificuldades de minorias, alertou sobre a violência com uso de armas e a repressão de uma realidade beirando o fascismo. Mas nem tudo é tristeza. Dança, mas muita dança, exaltação das mulheres, representatividade de cores, gêneros, religião, orientação sexual, tipos de corpo e por aí vai. Ficou curioso? Esperamos que sim. Confira agora quais foram os 30 melhores clipes do último ano desta década.

30. Maren Morris — GIRL

Direção: Dave Meyers

O dia a dia, todos os desafios e dificuldades de ser uma mulher nesse mundo.

29. MC Tha — Rito de Passá

Direção: Rodrigo de Carvalho

MC Tha celebra a espiritualidade ao som de tambores e batidas de funk enquanto passa por rito de passagem em um terreiro de Umbanda. Os preconceituosos religiosos piram.

28. Lana Del Rey — Doin’ Time

Direção: Rich Lee

Lana Del Rey gigante foi um dos principais geradores de memes em 2019, portanto o clipe que deu início a isso não poderia ficar de fora da lista dos clipes mais marcantes do ano.

27. Hot Chip — Hungry Child

Direção: Saman Kesh

Uma DR musical inesperada.

26. DUDA BEAT, Mateus Carrilho & Jaloo — Chega

Direção: João Monteiro

Colorido e criativo, bem a cara do Brasil.

25. Miley Cyrus — Slide Away

Direção: Alexandre Moors

A bad bate e não é pouca neste clipe de Miley Cyrus, que mostra que a pior ressaca de todas é a do coração.

24. James Blake — Can’t Believe the Way We Flow

Direção: Frank Lebon

O poder da edição — e das relações interpessoais.

23. Halsey — Graveyard

Direção: Anton Tammi

Diagnosticada com transtorno bipolar, Halsey tenta expressar neste clipe como é lidar com a doença.

22. Alex Cameron — Marlon Brando

Direção: Jemima Kirke

O curta-metragem traz um fictício diretor recém-premiado no Festival de Cannes que irá dirigir o videoclipe do cantor Alex Cameron, mas acaba mostrando ser um escroto, como tantos outros ditos “gênios” da indústria.

21. Jungle — Casio

Direção: Josh Lloyd-Watson & Charlie Di Placido

Às vezes, tudo o que você precisa em um clipe é uma coreografia extremamente bem executada. E é o que temos aqui.

20. The Killers — Land of the Free

Direção: Spike Lee

O cineasta Spike Lee traz as imagens enquanto a banda The Killers oferece uma canção para encaixar com a melancólica situação de milhões de pessoas que tentam buscar nos Estados Unidos uma oportunidade de recomeçar — porém, a realidade é cruel.

19. Tyler, the Creator — EARFQUAKE

Direção: Tyler, the Creator

Tyler, the Creator + espírito de programa de TV de auditório + Tracee Ellis Ross + loucura.

18. Madonna — God Control

Direção: Jonas Åkerlund

Madonna passou um tempo no piloto automático, mas com Madame X ela resolveu se doar novamente para os videoclipes. Todos os feitos para o novo álbum são bons trabalhos, mas o que se destaca, em execução e mensagem, é “God Control”, que urge pela necessidade do controle das armas nos Estados Unidos e refaz uma tragédia infelizmente bem comum no país, inclusive tendo como alvo a comunidade LGBTQ+.

17. Sam Smith — How Do You Sleep?

Direção: Grant Singer

Sam Smith vem entrando cada vez mais em contato com o seu lado LGBTQ+ e o vídeo de “How Do You Sleep?” é uma prova irrefutável disso, com direito a dança coreografada, vários dançarinos e poses de ensaio fotográfico.

16. Lizzo — Juice

Direção: Quinn Wilson

Uma das sensações da música em 2019, Lizzo se diverte horrores neste clipe, fazendo uma viagem pela TV, desde comerciais de hidratante, performance musical, participação em talk show e até evocando os VHS de malhação — neste em especial, invertendo o que geralmente é o padrão esperado nesse tipo de vídeo.

15. HAIM — Summer Girl

Direção: Paul Thomas Anderson

Não sei de onde surgiu essa parceria que já dura sete videoclipes (!), mas HAIM e Paul Thomas Anderson se tornaram inseparáveis. Em uma das parcerias deste ano, PTA faz com que as irmãs da banda fiquem se despindo — porém, de forma respeitosa, sem apelo sexual algum. É apenas divertido.

14. ANNA MEREDITH — Paramour

Direção: Ewan Jones Morris

Um take único. Uma pista de LEGO. 1200 peças. Um experimento visual impossível de tirar os olhos por um segundo sequer.

13. Emicida feat. Majur & Pabllo Vittar — AmarElo

Direção: Sandiego Fernandes

Poético, o clipe de “AmarElo” é um pequeno recorte do que é o país nos morros, em especial da população negra.

12. LITTLE BIG — SKIBIDI (Romantic Edition)

Direção: Alina Pasok & Iliya Prusikin

Alguma coisa faz sentido neste clipe? Não. E isso faz com que ele seja menos do que incrível? Absolutamente não.

11. Normani — Motivation

Direção: Dave Meyers & Daniel Russell

Começando com tudo sua carreira solo, Normani faz um clipe que consegue a proeza de mostrar sua capacidade de captar o olhar de todos enquanto está em cena, expôr seu talento como dançarina e ainda fazer uma homenagem aos videoclipes do fim dos anos 90 e dos anos 2000, remetendo a nomes como Jennifer Lopez, Janet Jackson, Britney Spears, Ashanti, Ciara, Beyoncé, entre outras. Um debute de dar inveja.

10. King Princess — Prophet

Direção: Cody Critcheloe / SSION

A cantora King Princess provoca o imaginário do espectador ao se colocar em papéis típicos masculinos e em meio aos homens. É fato que é difícil diferenciar o gênero da cantora e é certo que ela não se importa com isso. O vídeo é sexy no geral e bizarro em alguns trechos (especialmente em seu fim). Mas vale cada pedaço.

9. Arnaldo Antunes — O Real Resiste

Direção: Fred Siewerdt & Marcia Xavier

Na letra de “O Real Resiste”, Arnaldo Antunes relata e critica a situação atual do Brasil — e também do mundo. “Autoritarismo não existe / Sectarismo não existe / Xenofobia não existe / Fanatismo não existe”, diz no primeiro trecho da canção. O videoclipe segue com várias imagens que representam a repressão dentro do país como também a resistência. O trabalho é tão contundente que o Governo Bolsonaro censurou o clipe da TV Brasil, canal controlado pela estatal EBC.

8. The Chemical Brothers — Got to Keep on

Direção: Michel Gondry & Olivier Gondry

Dançar a ponto de parecer estar se fundindo com os demais parece apenas mais um sábado à noite. Parabéns aos envolvidos por traduzir a sensação em vídeo.

7. Robyn — Ever Again

Direção: Colin Solal Cardo

Robyn já provou mais de uma vez ser capaz de segurar um videoclipe inteiro sozinha e com “Ever Again” não é diferente. A performance da cantora é magnética e faz valer a pena mais um vídeo em sua carreira que ressalta a sua capacidade de encher uma tela por quatro minutos somente com puro talento.

6. Charli XCX & Christine and the Queens — Gone

Direção: Colin Solal Cardo

Luzes, fumaça, cordas, uma Mercedes branca, chuva e fogo são legais, mas o que impressiona de verdade aqui é a química entre Charli e Héloïse Letissier (aka Christine and the Queens), algo inexplicável. As duas performam por suas vidas (alô, RuPaul!) no vídeo, que é relativamente simples, porém as cantoras elevam a obra com tamanha conexão. É eletrizante, é excitante, é excelente.

5. Tove Lo — Glad He’s Gone

Direção: Vania Heymann & Gal Muggia

Tove Lo mostra como a amizade é algo valioso ao cruzar lugares, climas, até escapar da prisão para conseguir mostrar suporte à amiga que terminou com o namorado, consolá-la e colocá-la pra cima. Visualmente atrativo e com proposta diferenciada, “Glad He’s Gone” é um deleite não somente narrativo como também visual.

4. Halsey — Nightmare

Direção: Hannah Lux Davis

Halsey se estabeleceu em 2019 como uma das forças da música pop estadunidense. Com o clipe de “Nightmare”, ela prova que tem a capacidade de ser tudo o que quiser e tem as ferramentas para se transformar em uma estrela pop. O vídeo traz a cantora em faces e estilos distintos, mostrando que a mulher pode ser aquilo que desejar, seja uma dona de casa, uma dominatrix ou uma brigona de rua. É um videoclipe de execução excepcional e que Halsey encara com naturalidade ao estrelá-lo.

3. Harry Styles — Lights Up

Direção: Vincent Haycock

Masculynah.

2. Miley Cyrus — Mother’s Daughter

Direção: Alexandre Moors

Usar uma roupa de latex vermelha que inevitavelmente (ou de propósito mesmo) faz menção ao visual de Britney Spears em “Oops!… I Did It Again” já é um grande mérito, mas não é por tal motivo que o vídeo de “Mother’s Daughter” se encontra quase no topo desta lista. O clipe tem como conceito exaltar todos os tipos de mulheres, independente da idade, tipo do corpo, cor ou orientação sexual. E é isso que Miley traz para o vídeo, passando uma mensagem positiva de aceitação e celebração da figura feminina.

1. benny blanco, Calvin Harris & Miguel – I Found You / Nilda’s Story

Direção: Jake Schreier

O melhor clipe do último ano da década reflete a atual crise migratória que temos no planeta. Os Estados Unidos exercem papel crucial nesse problema e têm, diariamente, cometido crimes inaceitáveis contra a humanidade ao separar crianças de seus pais que tentam atravessar a fronteira do país. Em novembro, foi relatado que aproximadamente 70 mil crianças ficaram sob custódia dos EUA em 2019. Parte foi deportada para o local de origem, parte ficou no país com os pais e ainda cerca de 4 mil estão em custódia. “I Found You / Nilda’s Story” conta uma das milhares de histórias de horror, traumas e desumanidade que vêm ocorrendo. Acompanhar a história é de acabar com o seu dia e te faz questionar como algo assim acontece e tudo segue normalmente como se não fosse nada. É triste de uma maneira que nem tenho palavras para descrever, mas é extremamente necessário que essas histórias sejam conhecidas.

Confira também:
Melhores Clipes da Década de 2010

Melhores Clipes de 2018
Melhores Clipes de 2017
Melhores Clipes de 2016
Melhores Clipes de 2015
Melhores Clipes de 2014
Melhores Clipes de 2013
Melhores Clipes de 2012
Melhores Clipes de 2011

Por Rodrigo Ramos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.