Melhores Clipes de 2014

Jack White, Beyoncé, Pharrell, Arcade Fire, entre outros estão na lista

Mais um ano está prestes a acabar e o que resta é relembrar o que de bom passou. No setor videoclíptico, muitos artistas se destacaram. Uns são por conta da fidelidade do clipe com o que é narrado nas letras das canções, outros devido a criatividade e impacto visual, enquanto uma terceira parcela aposta na simplicidade e ganha a atenção do público por isso mesmo. Seja como for, 2014 provou ser um celeiro criativo na arte de fazer videoclipes. Para celebrar o que há de melhor nessa área, o Previamente selecionou os 25 melhores vídeos musicais do ano e você pode conferir todos eles abaixo.

25. Rita Ora – I Will Never Let You Down

Direção: Francesco Carrozzini

Parece que Rita Ora acertou de verdade dessa vez. Neste vídeo, são várias as ambientações, como se tudo fosse um grande ensaio fotográfico para uma revista Vogue. Tudo bem coordenado, coreografia bacana e Rita fazendo bem para os olhos.

24. Jack White – Lazaretto

Direção: Jonas & Francois

Com um show de efeitos especiais e uma guitarra frenética, Jack White pode tudo. Vidros estraçalhados, palhetas voando, dançarinas estranhas, um boi, guitarras explodindo e ele falando gentilmente no vidro de atendimento. Uma experiência visalmente marcante.

23. Animalia – Stifling

Direção: Brandon Cronenberg

Perturbado de verdade é o clipe dirigido pelo filho do cineasta David Cronenberg. Seguindo os passos do pai, ele obviamente vai pelo caminho do bizarro neste vídeo em que as pessoas têm suas respectivas faces amassadas, como se houvesse um vidro invisível. Isso regado ao som de uma banda que tem uma sonoridade parecida com de Bjork.

22. M.I.A. & The Partysquad – Double Bubble Trouble

Direção: M.I.A.

Filmado de maneira precária, M.I.A. cria uma obra um tanto ilógica, com colagens toscas, macacos, armas feitas por impressoras 3D, pessoas fumando narguilé e efeitos visuais que podem causar epilepsia e dor de cabeça. Ainda assim, por algum motivo, a obra segura a atenção do espectador.

21. Hawk House – Chill Pill (Experiment 2)

Direção: Thomas Rhazi

Sabe quando você vai a algum museu e se depara com instalações de arte? Pense várias delas juntas em um único videoclipe. É o caso de “Chill Pill (Experiment 2)”, literalmente um experimento visual que mistura os objetos cênicos com pessoas para dar um efeito ainda mais pungente para o vídeo.

20. Eminem – Headlights (feat. Nate Ruess)

Direção: Spike Lee

Quem acompanha a carreira de Eminem sabe muito bem que ele nunca teve lá um relacionamento sadio com a mãe dele. As letras de “Headlights” é uma belíssima forma de se desculpar com ela. No vídeo, dirigido pelo cineasta Spike Lee, a filmagem é boa parte em primeira pessoa, pela perspectiva da mãe de Marshall, que tenta rever o filho famoso, sem sucesso. Comovente história.

19. She & Him – Stay Awhile

Direção: CANADA

She & Him eleva o significado de air guitar e traz toda aquela vibe retrô, com direito a muita dança de Zooey Deschanel com um dançarino invisível. É muita fofura.

18. Vic Mensa – Down on My Luck

Direção: Ben Dickinson

Já deu vontade de voltar alguns minutos ou horas atrás para refazer os seus passos, para apagar o que deu de errado? No clipe de “Down on My Luck” é isso o que acontece. Vic Mensa vai a uma balada e tudo de negativo acontece com ele. Cada vez que dá um passo errado, ele volta à estaca zero e começa tudo de novo. Impossível não lembrar dos filmes Feitiço no Tempo e o mais recente No Limite do Amanhã.

17. Ed Sheeran – Don’t

Direção: Emil Nava

O motivo de “Don’t” estar na lista é porque quando você coloca os olhos no dançarino Philiph Chbeeb é impossível parar de olhar. Simples assim. Assista e você entenderá.

16. Katy Perry – This is How We Do

Direção: Joel Kefali

Katy Perry vinha de clipes que seriam melhor esquecer. No entanto, com “This is How We Do” ela finalmente acerta. Uma salada de fruta pop, com cenários muito coloridos, misturando cenários com elementos cênicos reais e fakes, pessoas em carne e osso e animação. Mesmo com certa complexidade, é o vídeo mais despretensioso do álbum Prism.

15. Chet Faker – Talk is Cheap

Direção: Toby & Pete

A técnica do stop motion é muito bem empregada aqui. A era glacial, o surgimento da vida, a evolução do planeta e a morte são esboçadas na tela, mostrando que o clico da vida não tem fim. O resultado é impressionante.

14. Foster the People – Coming of Age

Direção: BRTHR

Não basta ter uma das melhores músicas de 2014 (apesar de o disco em si ser decepcionante). O grupo de Foster remete com primor aos anos 80 tanto em sonoridade e quanto (especialmente) no vídeo, com fotografia adequada e narrativa condizente. O clipe faz menções claras a Rocky, Top Gun, além dos filmes de despertar da juventude clássicos da época, especialmente nas mãos de John Hughes.

13. Shura – Touch

Direção: Ammr Khalifa

Lembram daquele vídeo que virou febre na internet, de pessoas desconhecidas beijando umas às outras? O clipe de “Touch” parece uma resposta à ele. O vídeo é bem simples: várias pessoas se encontram – de par em par, independe dos sexos – embalados pela canção e dão beijos calorosos e afetuosos. Belo trabalho.

12. Pharrell Williams – Marilyn Monroe

Direção: Luis Cerveró

Pharrell deixa meio claro no título de seu disco qual é a dele: homenagear as mulheres de todas as maneiras. “Marilyn Monroe” talvez seja a maior homenagem à figura feminina. O clipe estampa isso de várias maneiras, com cenários perfeitos para uma boa série de fotos e vários takes mostrando mulheres no seu cotidiano (porém, elas são bem menos diversas, opostamente ao clipe de John Legend, “You & I”). Pharrell é o homem no meio de tantos símbolos femininos e ele se curva diante de todas elas.

11. Kiesza – Hideaway

Direção: Kiesza, Ljuba Castot and Rami Samir Afuni

Kiesza não só resgatou um tipo de pop noventista que estava esquecido há tempos como também trouxe um dos clipes mais memoráveis do ano. Dançando pelas ruas do Brooklyn, em Nova York, a cantora vai de rua em rua, naturalmente, enquanto os outros dançarinos se envolvem cena a cena no clipe. Aparentemente, sem edição (pode até ter, e se tiver, é um baita trabalho eficiente), o vídeo conta com uma coreografia bem orquestrada e Kiesza se mostra um dos talentos promissores da música e dos videoclipes.

10. Lykke Li – No Rest For the Wicked

Direção: Tarik Saleh

A melhor história de amor contada em um clipe em 2014 é este aqui. Dá pra saber exatamente o que está rolando? Não. Mas é fácil notar que as pessoas ao redor do casal do vídeo não veem com bons olhos a relação. É tão singela a dinâmica deles que dentro de alguns instantes acreditamos nesse amor proibido e que não tem um desfecho feliz.

9. OK Go – The Writing’s on the Wall

Direção: Aaron Duffy, Damian Kulash, Jr. & Bob Partington

Os caras do OK Go a cada ano parecem se superar na arte videoclíptica. Neste caso, eles brincam com a ilusão de ótica com cores, formas, objetos e efeitos especiais. É tudo feito num galpão enorme, espaço o suficiente para uma instalação de arte gigante para brincar com a percepção do espectador. Uma obra fascinante.

8. Arcade Fire – We Exist

Direção: David Wilson

Estrelando Andrew Garfield, o clipe de “We Exist” casa muito bem com as letras da banda ao mostrar os conflitos de um rapaz que está lutando com a identidade de seu gênero e sai de casa vestido como mulher. É um clipe um tanto impactante, ousado e que tem como viés derrubar algumas barreiras. Se fez tanta diferença em escala global eu não sei dizer, porém a atitude do grupo é louvável. Belíssimo resultado com um dos melhores trabalhos de Garfield, mostrando não ter medo de se arriscar profissionalmente.

7. DJ Snake & Lil Jon – Turn Down For What

Direção: Daniels

Todo mundo está possuído pelo ritmo ragatanga neste vídeo. Começa com apenas um, no topo de um prédio. Conforme ele vai quebrando os pisos dos apartamentos, o ritmo contagiante toma conta enquanto rolam os alucinantes movimentos dançantes frenéticos. Os efeitos especiais são fantásticos e a insanidade do clipe é divertidíssima.

6. Beyoncé – 7/11

Direção: Beyoncé Knowles

Surgido na conta pessoal de Beyoncé no Youtube para promover o lançamento da “Platinum Edition” de seu disco homônimo, a cantora pega sua câmera e faz filmagem própria. Ela capta momentos seus em quarto de hotel enquanto está sozinha, com as amigas, secando cabelo, brincando com a decoração da árvore de natal, enfim, curtindo a vida. O resultado é prazeroso e percebe-se a naturalidade na concepção do vídeo. A cantora pode ser conhecida pelos seus videoclipes com altíssima produção, mas o vídeo caseiro de “7/11” está definitivamente entre os melhores.

5. Jamie xx – Sleep Sound

Direção: Sofia Mattioli and Cherise Payne

Difícil imaginar a vida sem música. Porém, os deficientes auditivos vivem essa experiência que para a maioria de nós é inimaginável. Diante de um comentário recebido de uma surda, que dizia que quase sentia a música ao vê-la dançar, a artista Sofia Mattioli resolveu dar essa oportunidade para outras pessoas com problemas de audição: dançar com eles, fazê-los sentir a música, sem ouvi-la de verdade, somente com os movimentos da dança.

4. Tove Lo – Habits (Stay High)

Direção: Motellet

A odisseia da cantora Tove Lo é perfeita no que se refere tentar superar um coração partido. No videoclipe do hit “Habits (Stay High)”, acompanhamos a saga diária da garota, do começo do dia até a cerimônia de se aprontar para sair em mais uma balada. As bebidas, os cigarros, as noitadas, os beijos e as transas são somente um cano de escape para adormecer a dor que ela sente. Nós da redação não recomendamos, mas compreendemos o sentimento. O clipe capta bem essa emoção devastadora presente na canção.

3. Taylor Swift – Blank Space

Direção: Joseph Kahn

A mudança de country para pop de Taylor Swift pode não ter sido um acerto completo sonoramente, mas ao menos a cantora agora tem se arriscado mais em seus clipes. “Shake It Off” é ela rindo de si mesma e suas limitações. Com “Blank Space” ela mostra um lado psicótico que, a julgar pela quantidade de ex-namorados oficiais que ela possui, deve ser um retrato verídico dela – ou ao menos parcial. Da doçura à loucura extrema, o vídeo consegue seguir perfeitamente o curso da composição e o resultado é um clipe criativo, luxuoso e divertido.

2. John Legend – You & I (Nobody in the World)

Direção: Mishka Kornai

John Legend parece entender a mente feminina e por isso faz músicas que tocam fundo no coração, até mesmo na alma. “All of Me” pode ter sido uma das canções mais tocadas do ano, mas “You & I (Nobody in the World)” tem letra e melodia tão belas quanto ao single notório e o videoclipe é de emocionar qualquer um. Parece simples. Foram juntadas várias mulheres, de todos os gêneros, profissões e idades, filmadas em meio ao seu dia a dia. É fantástico, vai por mim.

1. Sia – Chandelier

Direção: Sia & Daniel Askill

Dava pra imaginar que o melhor clipe do ano seria estrelado por uma dançarina de apenas 11 anos? Maddie Ziegler é a incrível protagonista de “Chandelier”, uma música potente (perderam essa hein, Rihanna e Beyoncé) e que colou com gosto na mente das pessoas em 2014. O vídeo traz a garota dançando dentro dos cômodos de um apartamento. Ela se estica, pula, faz careta, gira, se joga no chão e contra a parede, rola, ou seja, faz de tudo em menos de quatro minutos. O resultado é embasbacante – e a menina sabe a coreografia de cor, como já mostrou dançando ao vivo em alguns programas. Quando lançado, foi uma grande surpresa e ao longo dos meses do ano foi se consolidando como o melhor clipe que veríamos em 2014.

Confira também:
Melhores Discos de 2014
Melhores Clipes de 2013
Melhores Clipes de 2012
Melhores Clipes de 2011

Por Rodrigo Ramos
Anúncios

2 comentários em “Melhores Clipes de 2014

  1. Maaaaaaaassa! Só discordo da ordem, Turn Down for What pra mim tá em primeiro lugar. Clipe mais awesome desse ano.
    E OK GO é hors concours, sempre com clipes épicos, nem deveria tá na lista. rs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close