Arquivo da tag: Saturday Night Live

Emmy Awards 2017 | Os vencedores

The Handmaid’s Tale, Saturday Night Live e Big Little Lies estão entre os principais ganhadores.

Continuar lendo Emmy Awards 2017 | Os vencedores

Anúncios

Emmy Awards 2017 | Stranger Things e Westworld dominam as categorias técnicas

Saturday Night Live, The Night Of e A 13ª Emenda também estão entre os destaques.

Continuar lendo Emmy Awards 2017 | Stranger Things e Westworld dominam as categorias técnicas

Emmy Awards 2016 | Conheça os vencedores

Game of Thrones, The People v. O.J. Simpson e Veep estão entre os ganhadores.

Continuar lendo Emmy Awards 2016 | Conheça os vencedores

Emmy Awards 2014 | Os Vencedores

Breaking Bad e Modern Family são os principais ganhadores da noite

emmys 2014

Por Rodrigo Ramos

Aconteceu na noite desta segunda-feira (25) a 66ª edição do Emmy Awards, com apresentação de Seth Meyers. Os principais vencedores da noite foram Breaking Bad e Modern Family, levando os prêmios de melhor série dramática e cômica, respectivamente. Fargo levou o prêmio de melhor minissérie, enquanto The Normal Heart ficou com o troféu de melhor telefilme.

Breaking Bad vence pelo segundo ano consecutivo o prêmio de melhor série dramática.
Breaking Bad vence pelo segundo ano consecutivo o prêmio de melhor série dramática.

O primeiro prêmio da noite foi para Modern Family, com Ty Burrell conquistando o troféu de melhor ator coadjuvante em série de comédia, além do prêmio de melhor direção do gênero, que foi pra Gail Mancuso por “Vegas”. Jim Parsons (The Big Bang Theory) e Julia Louis-Dreyfus (Veep) levaram as estatuetas de melhor ator e atriz em comédia, respectivamente. Faturaram prêmios também Louie C.K. (Louie) por roteiro em série cômica, enquanto Allison Janney (Mom) conquistou o posto de melhor atriz coadjuvante.

Nas categorias de drama, os vencedores foram Bryan Cranston (Breaking Bad) como melhor ator em drama, Julianna Margulies (The Good Wife) como melhor atriz, Aaron Paul e Anna Gunn (Breaking Bad), como melhores coadjuvantes, Cary Joji Fukunaga (True Detective) como melhor diretor por “Who Goes There” e Moira Walley-Beckett (Breaking Bad) conquistou o troféu de melhor roteiro por “Ozymandias”.

O programa com maior número de conquistas foi Sherlock, pelo episódio “His Last Vow”, com sete troféus, seguido por Breaking Bad (6 prêmios), Saturday Night Live (5) e True Detective (5), American Horror Story: Coven (4), COSMOS: A SpaceTime Odyssey (4) e Game of Thrones (4).

Pela quinta vez, Modern Family recebe o troféu de melhor série de comédia.
Pela quinta vez, Modern Family recebe o troféu de melhor série de comédia.

Confira abaixo a lista com os principais indicados e os vencedores (em dourado).

Melhor Série Dramática
Breaking Bad
Downton Abbey
Game of Thrones
House of Cards
Mad Men
True Detective

Melhor atriz em série dramática
Lizzy Caplan – Masters of Sex
Claire Danes – Homeland
Michelle Dockery – Downton Abbey
Julianna Margulies – The Good Wife
Kerry Washington – Scandal
Robin Wright – House of Cards

Melhor ator em série dramática
Bryan Cranston – Breaking Bad
Jeff Daniels – The Newsroom
Jon Hamm – Mad Men
Woody Harrelson – True Detective
Matthew McConaughey – True Detective
Kevin Spacey – House of Cards

Melhor atriz coadjuvante em série dramática
Anna Gunn – Breaking Bad
Joanne Frogagtt – Downton Abbey
Maggie Smith – Downton Abbey
Lena Headey – Game of Thrones
Christina Hendricks – Mad Men
Christine Baranski – The Good Wife

Melhor ator coadjuvante em série dramática
Aaron Paul – Breaking Bad
Jim Carter – Downton Abbey
Peter Dinklage – Game of Thrones
Mandy Patinkin – Homeland
Jon Voight – Ray Donovan
Josh Charles – The Good Wife

Melhor atriz convidada em série dramática
Diana Rigg – Game of Thrones
Kate Mara – House of Cards
Allison Janney – Masters of Sex
Kate Burton – Scandal
Margo Martindale – The Americans
Jane Fonda – The Newsroom

Melhor ator convidado em série dramática
Paul Giamatti – Downton Abbey
Reg E. Cathey – House of Cards
Robert Morse – Mad Men
Beau Bridges – Masters of Sex
Joe Morton – Scandal
Dylan Baker – The Good Wife

Melhor direção em série dramática
Tim Van Patten por “Farewell Daddy Blues” – Boardwalk Empire
Vince Gilligan por “Felina” – Breaking Bad
David Evans por “Episode 1” – Downton Abbey
Neil Marshall por “The Watchers of the Wall” – Game of Thrones
Carl Franklin por “Chapter 14” – House of Cards
Cary Joji Fukunaga por “Who Goes There” – True Detective

Melhor roteiro em série dramática
Moira Walley-Beckett por “Ozymandias” – Breaking Bad
Vince Gilligan por “Felina” – Breaking Bad
David Benioff e D.B. Weiss por “The Children” – Game of Thrones
Beau Willimon por “Chapter 14” – House of Cards
Nick Pizzolatto por “The Secret Fate of All of Life” – True Detective

Melhor Série Cômica
The Big Bang Theory
Louie
Modern Family
Orange is the New Black
Silicon Valley
Veep

Melhor atriz em série cômica
Lena Dunham – Girls
Edie Falco – Nurse Jackie
Julia Louis-Dreyfus – Veep
Melissa McCarthy – Mike & Molly
Amy Poehler – Parks and Recreation
Taylor Schilling – Orange is the New Black

Melhor ator em série cômica
Louis C.K. – Louie
Don Cheadle – House of Lies
Ricky Gervais – Derek
Matt LeBlanc – Episodes
William H. Macy – Shameless
Jim Parsons – The Big Bang Theory

Melhor atriz coadjuvante em série cômica
Julie Bowen – Modern Family
Kate Mulgrew – Orange is the New Black
Mayim Bialik – The Big Bang Theory
Allison Janney – Mom
Kate McKinnon – Saturday Night Live
Anna Chlumsky – Veep

Melhor ator coadjuvante em série cômica
Andre Braugher – Brooklyn Nine-Nine
Adam Driver – Girls
Ty Burrell – Modern Family
Jesse Tyler Ferguson – Modern Family
Fred Armisen – Portlandia
Tony Hale – Veep

Melhor atriz convidada em série cômica
Natasha Lyonne – Orange is the New Black
Uzo Aduba – Orange is the New Black
Laverne Cox – Orange is the New Black
Tina Fey – Saturday Night Live
Melissa McCarthy – Saturday Night Live
Joan Cusack – Shameless

Melhor ator convidado em série cômica
Nathan Lane – Modern Family
Steve Buscemi – Portlandia
Jimmy Fallon – Saturday Night Live
Louis C.K. – Saturday Night Live
Bob Newhart – The Big Bang Theory
Gary Cole – Veep

Melhor direção série cômica
Iain B. MacDonald por “Episode 309” – Episodes
Paris Barclay por “100” – Glee
Louis C.K. por “Elevator: Part 6” – Louie
Gail Mancuso por “Vegas” – Modern Family
Jodie Foster por “Lesbian Request Denied” – Orange is the New Black
Mike Judge por “Minimum Viable Product” – Silicon Valley

Melhor roteiro em série cômica
David Crane e Jeffrey Klarik por “Episode 305” – Episodes
Louis C.K. por “So Did the Fat Lady” – Louie
Liz Friedman e Jenji Kohan por “I Wasn’t Ready (Pilot)” – Orange is the New Black
Alec Berg por “Optimal Tip-To-Tip Efficiency” – Silicon Valley
Simon Blackwell, Tony Roche e Armando Iannucci por “Special Relationship” – Veep

Melhor Minissérie
American Horror Story: Coven
Bonnie & Clyde
Fargo
Luther
Treme
The White Queen

Melhor Telefilme
Killing Kennedy
Muhammad Ali’s Greatest Fight
The Normal Heart
Sherlock
The Trip to Bountiful

Melhor atriz em minissérie ou telefilme
Helena Bonham Carter – Burton & Taylor
Minnie Driver – Return to Zero
Jessica Lange – American Horror Story: Coven
Sarah Paulson – American Horror Story: Coven
Cicely Tyson – The Trip to Bountiful
Kristen Wiig – The Spoils of Babylon

Melhor ator em minissérie ou telefilme
Benedict Cumberbatch – Sherlock: “His Last Vow”
Chiwetel Ejioford – Dancing on the Edge
Idris Elba – Luther
Martin Freeman – Fargo
Mark Ruffalo – The Normal Heart
Billy Bob Thornton – Fargo

Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou telefilme
Frances Conroy – American Horror Story: Coven
Kathy Bates – American Horror Story: Coven
Angela Basset – American Horror Story: Coven
Allison Tolman – Fargo
Ellen Burstyn – Flowers in the Attic
Julia Roberts – The Normal Heart

Melhor ator coadjuvante em minissérie ou telefilme
Colin Hanks – Fargo
Martin Freeman – Sherlock: “His Last Vow”
Jim Parsons – The Normal Heart
Joe Mantello – The Normal Heart
Alfred Molina – The Normal Heart
Matt Bomer – The Normal Heart

Melhor roteiro em minissérie ou telefilme
Ryan Murphy e Brad Falchuck por “Bitchcraft” – American Horror Story: Coven
Noah Hawley por “The Crocodile’s Dilemma” – Fargo
Neil Cross – Luther
Steven Moffat – Sherlock: “His Last Vow”
Larry Kramer – The Normal Heart
David Simon e Eric Overmyer por “…To Miss New Orleans” – Treme

Melhor direção em minissérie ou telefilme
Alfonso Gomez-Rejon por “Bitchcraft” – American Horror Story: Coven
Adam Bernstein por “The Crocodile’s Dilemma” – Fargo
Colin Bucksey por “Buridan’s Ass” – Fargo
Stephen Frears – Muhammad Ali’s Greatest Fight
Nick Hurran – Sherlock: “His Last Vow”
Ryan Murphy – The Normal Heart

Melhor Animação
Archer
Bob’s Burgers
Futurama
South Park
Teenage Mutant Ninja Turtles: The Manhattan Project

Melhor programa de variedade, música ou comédia
The Colbert Report
The Daily Show with John Stewart
Jimmy Kimmel Live!
Real Time with Bill Maher
Saturday Night Live
The Tonight Show starring Jimmy Fallon

Melhor reality show ou programa de competição
The Amazing Race
Dancing with the Stars
Project Runway
So You Think You Can Dance?
Top Chef
The Voice

Melhor apresentador de reality show
Betty White – Betty White’s Off Their Rockers
Tom Bergeron – Dancing with the Stars
Jane Lynch – Hollywood Game Night
Heidi Klum e Tim Gunn – Project Runway
Cat Deely – So You Think You Can Dance?
Anthony Bourdain – The Taste

A lista completa com todas as categorias e seus vencedores você confere neste link.

Television Critics Awards – TCA Awards 2014 | Os Vencedores

Breaking Bad é coroado como o melhor programa do ano na TV

tca-awards-logo

Por Rodrigo Ramos

Aconteceu na noite de sábado, 19 de julho, a 30ª edição do Television Critics Awards (TCA). Quem saiu com o principal prêmio da noite, o de programa do ano, foi Breaking Bad.

As séries com mais prêmios, no entanto, foram Veep e True Detective, ambos com dois troféus – melhor série cômica e performance cômica, e melhor telefilme ou minissérie e performance dramática, respectivamente. Destacaram-se também The Good Wife, que venceu a categoria de melhor série dramática, além de Orange is the New Black, que ficou com a estatueta de melhor novo programa.

A premiação é realizada pela Associação de Críticos Televisivos (Television Critics Association), formada por cerca de 220 jornalistas e críticas da área.

Confira abaixo a lista completa de vencedores e os demais indicados.

Programa do Ano
Breaking Bad
Game of Thrones
The Good Wife
Orange is the New Black
True Detective

Melhor Série Dramática
The Americans
Breaking Bad
Game of Thrones
The Good Wife
House of Cards

Melhor Série Cômica
The Big Bang Theory
Brooklyn Nine-Nine
Louie (empate)
The Mindy Project
Veep (empate)

Melhor Performance em Drama
Bryan Cranston – Breaking Bad
Julianna Margulies – The Good Wife
Tatiana Maslany – Orphan Black
Matthew McConaughey – True Detective
Matthew Rhys – The Americans

Melhor Performance em Comédia
Louis C.K. – Louie
Mindy Kaling – The Mindy Project
Julia Louis-Dreyfus – Veep
Jim Parsons – The Big Bang Theory
Amy Poehler – Parks and Recreation

Melhor Telefilme ou Minissérie
American Horror Story: Coven
Broadchurch
Fargo
The Returned (Les Revenants)
True Detective

Melhor Programa Jornalístico ou Informativo
CBS Sunday Morning
Cosmos: A Space-Time Odyssey
The Daily Show with Jon Stewart
Frontline
60 Minutes

Melhor Reality Show
The Amazing Race
RuPaul’s Drag Race
Shark Tank
Survivor
The Voice

Melhor Programa Infanto-Juvenil
Adventure Time
Daniel Tiger’s
Neighborhood
The Fosters
Sesame Street
Switched at Birth

Melhor Novo Programa
Brooklyn Nine-Nine
Fargo
Orange is the New Black
Sleepy Hollow
True Detective

Prêmio pela Carreira
Mark Burnett
James Burrows
Valerie Harper
Jay Leno
William Shatner

Série ou Programa de Importância Histórica
Lost
Saturday Night Live
South Park
Jornada nas Estrelas/Star Trek
Twin Peaks

Há 10 Anos na TV | Review Retrô

Dos finais de Friends e Sex and the City às estreias de House e Lost, tudo o que aconteceu na TV em 2004

Por Rodrigo Ramos

Previamente resolveu fazer um grande especial, um Review Retrô com o que aconteceu há dez anos na cultura pop, abraçando o cinema, a TV e a música. Nós olhamos o passado com bons olhos e curtimos uma nostalgia caprichada.

Nesta segunda edição, o foco é a TV. Quais séries foram premiadas? O que aconteceu de marcante para a história da televisão de alguma maneira? Quais seriados entraram no ar e quais se despediram da grade de programação? Tudo isso e um pouquinho mais você confere logo abaixo.

Marcos na TV!

No dia 25 de janeiro aconteceu a 61ª edição do Globo de Ouro. Nela três títulos se destacaram. Nas categorias principais deu The Office (versão britânica) e 24 Horas como melhor série de comédia e dramática, respectivamente. A primeira ainda faturou o troféu de ator cômico (Ricky Gervais), enquanto a segunda levou só uma estatueta pra casa. No entanto, o maior vencedor da noite foi a minissérie da HBO Angels in America, com cinco prêmios – melhor ator (Al Pacino), atriz (Meryl Streep), ator coadjuvante (Jeffrey Wright), atriz coadjuvante (Mary-Louise Parker) e minissérie ou telefilme. Outros vencedores da premiação foram: Sarah Jessica Parker por Sex and the City (melhor atriz em comédia), Frances Conroy por Six Feet Under (atriz em drama) e Anthony LaPaglia por Without a Trace (ator em drama).

Al Pacino e Meryl Streep humilham a concorrência com a minissérie Angels in America no Globo de Ouro
Al Pacino e Meryl Streep humilham a concorrência com a minissérie Angels in America no Globo de Ouro

No dia 19 de setembro rolou a 56ª edição da maior premiação da televisão, o Emmy Awards. O quebrador de recordes foi a minissérie Angels in America, entrando pra história da premiação como o primeiro programa a ganhar as sete principais categorias em que disputou – melhor ator, atriz, ator coadjuvante, atriz coadjuvante, direção, roteiro e minissérie ou telefilme.

A minissérie Angels in America venceu todas as premiações que disputou em 2004
A minissérie Angels in America venceu todas as premiações que disputou em 2004

O grande vencedor do prêmio mais cobiçado da noite, o de melhor série dramática, ficou para The Sopranos, levando pela primeira vez o troféu pra casa, tirando finalmente The West Wing do poder, já tendo vencido na categoria quatro vezes consecutiva. The Sopranos conquistou quatro prêmios no total (série dramática, ator e atriz coadjuvantes e roteiro). Logo atrás, com três títulos, ficou Arrested Development (melhor série cômica, direção e roteiro). Conquistaram três prêmios também The Practice e Frasier.

Outros vencedores de destaque foram: Sarah Jessica Parker por Sex and the City (atriz em comédia), Allison Janney por The West Wing (atriz em drama), Kelsey Gramer por Frasier (ator em comédia) e James Spader por The Practice (ator em drama).

A trupe de The Sopranos recebe o prêmio de melhor série no Emmy 2004
A trupe de The Sopranos recebe o prêmio de melhor série no Emmy 2004

No dia 6 de maio, Friends chegou ao fim! Após 10 temporadas e 236 episódios na conta, a série cômica se tornou um dos maiores marcos da televisão. Prova disso foi o seu series finale. O seriado teve o quarto episódio final de maior audiência da história da TV com 52,5 milhões de telespectadores.

 Confira Os Melhores Episódios de Friends

No dia 15 de maio, Jimmy Fallon se despediu do elenco do Saturday Night Live na season finale da 29ª temporada do programa cômico.

No dia 26 de maio, aconteceu a final da terceira edição do American Idol, que teve como vencedora a cantora Fantasia Barrino.

No dia 8 de outubro, Amy Poehler assumiu o posto de co-âncora de Tina Fey no quadro Weekend Update do Saturday Night Live. Poehler substituiu Fallon, formando a primeira dupla feminina a apresentar o quadro.

Várias emoções no último episódio de Friends
Várias emoções no último episódio de Friends

O adeus aos programas que marcaram sua infância ou pré-adolescência!

Dois mil e quatro foi um ano em que várias animações famosas dos canais Nickelodeon e do Cartoon Network deixaram de existir e tiveram seus últimos episódios exibidos pelas emissoras. O desenho de maior carreira certamente foi Rugrats – Os Anjinhos, que começou lá em 1991 e, depois de 172 episódios e nove temporadas, chegou ao fim no dia 8 de junho. Outro nicktoon que chegou ao final no mesmo dia foi Hey Arnold! após 100 episódios exibidos desde 1996. Ainda na Nickelodeon foram canceladas as animações CatDog (1998-2004) depois de 68 episódios e Rocket Power (1999-2004) após 61 episódios.

Rugtras - Os Anjinhos é o segundo desenho original da Nickelodeon - o primeiro é Doug
Rugtras – Os Anjinhos é o segundo desenho original da Nickelodeon – o primeiro é Doug

No canal concorrente, Cartoon Network, duas animações queridas do público saíram do ar. No ar desde 1997, Johnny Bravo chegou ao seu final no dia 27 de agosto depois de 67 episódios exibidos. No dia 25 de setembro foi dia de dar adeus para Samurai Jack (2001) após 52 episódios.

Apesar de não ser uma animação, um programa infanto-juvenil marcante também se despediu da TV. Estrelado por Hilary Duff (por onde ela anda, aliás?), Lizzie McGuire teve 65 episódios divididos em duas temporadas entre janeiro de 2001 e fevereiro de 2004, exibidos pelo Disney Channel.

Johnny Bravo foi o segundo desenho original criado pelo Cartoon Network - o primeiro fora O Laboratório de Dexter
Johnny Bravo foi o segundo desenho original criado pelo Cartoon Network – o primeiro é O Laboratório de Dexter

Séries que chegaram ao fim

Não foram só programas voltados para as crianças e Friends que chegaram ao fim. Aqui estão alguns dos que deram seu último suspiro:

Space Ghost Costa a Costa (1994) – 10 temporadas – 110 episódios – criador por: Mike Lazzo, Alex Toth (personagens) – exibição do último episódio: 12 de abril.

Sex and the City (1998) – 6 temporadas – 94 episódios – criado por: Darren Star – prêmios: 45, incluindo 8 Globos de Ouro e 7 Emmys – exibição do último episódio: 22 de fevereiro.

Sex and the City: ótima série, péssimos filmes
Sexo, moda e relacionamentos na cidade são os temas de Sex and the City

Angel (1999) – 5 temporadas – 110 episódios – criado por: Joss Whedon, David Greenwalt – prêmios: 12 – exibição do último episódio: 19 de maio.

Frasier (1993) – 11 temporadas – 264 episódios – criado por: David Angell, Peter Casey, David Lee – prêmios: 112, incluindo 3 Globos de Ouro e 37 Emmys (sendo 5 vezes vencedor do prêmio de melhor série de comédia) – exibição do último episódio: 13 de maio.

Uma das comédias de maior sucesso da TV, Frasier é um spin-off de outro grande boom televisivo, o seriado Cheers (1982-1993)
Uma das comédias de maior sucesso da TV, Frasier é um spin-off de outro grande boom televisivo, o seriado Cheers (1982-1993)

As principais estreias do ano

Algumas das séries que estrearam em 2004 foram marcantes e significativas para a história da TV. Sem exagero. De mistérios sobrenaturais, criminais e médicos até o dia-a-dia de um grupo de lésbicas e outro de donas de casa, o ano foi bem variado e com agradáveis surpresas. Algumas duraram por anos, enquanto outras foram canceladas muito cedo.

A lista começa com um seriado mexicano que fez muito sucesso no Brasil e em muitos países pela América Latina. Produzida pela Televisa, ia ao ar no dia 4 de outubro o primeiro episódio de Rebelde (ou RBD, para os íntimos). Poucos sabem disso, mas a telenovela é um remake (sim!) de uma novela argentina chamada Rebelde Way (sério!), que foi ao ar entre 2002 e 2003 na Argentina. RBD teve 440 capítulos ao todo.

Trívia: Dulce Maria, de RBD, é sobrinha-neta da pintora Frida Kahlo (sério!)
Trívia: Dulce Maria, de RBD, é sobrinha-neta da pintora Frida Kahlo (sério!)

No Brasil, tivemos uma série muito divertida que durou quatro anos. A Diarista estreou dia 13 de abril na Rede Globo após o sucesso do especial de fim de ano exibido em dezembro do ano anterior. Estrelado por Cláudia Rodrigues, ela deu vida à empregada Marinete e a série acompanha o seu trabalho. Destaque para a melhor amiga, a poia Solineuza, interpretada brilhantemente por Dira Paes. Atualmente é possível relembrar os bons dias da série pelo Canal Viva.

Equipe de A Diarista
Parte do elenco de A Diarista

Marcou sua primeira aparição na TV também o programa infantil-educativo LazyTown, famoso no Brasil por sua exibição no Discovery Kids. Meus primos menores assistem isso e eu realmente acredito que esse programa deve danificar o cérebro de alguma forma. Poucos sabem, mas a atração é uma co-produção entre Islândia e EUA.

Em Portugal, Lazy Town se chama Vila Moleza
Em Portugal, Lazy Town se chama Vila Moleza

Existem alguns seriados que, particularmente, não fazem diferença na minha vida. O primeiro deles é Joey, spin-off de Friends estrelando Matt Le Blanc. O piloto foi exibido pela NBC no dia 9 de setembro e ainda durou duas temporadas. Foi longe até perto do desastre que é. Nasceu neste ano mais um derivado de CSI. Muita investigação em CSI: NY, que estreou no dia 22 de setembro e foi cancelado recentemente, em 2013, após nove temporadas. Uma série com uma legião de fãs é a ficção científica militar Battlestar Galactica, que nasceu no dia 18 de outubro, teve quatro temporadas, venceu alguns prêmios técnicos no Emmy e até entrou na lista das 100 melhores séries de todos os tempos da Revista Time.

Battlestar Galactica é uma franquia, que teve sua primeira versão na TV em 1978
Battlestar Galactica é uma franquia, que teve sua primeira versão na TV em 1978

Deadwood é um western que mistura fatos com ficção ambientado nos anos de 1870. Estreou no dia 21 de março e teve apenas três temporadas, o que causou insatisfação dos fãs e até dos críticos (a série era uma daquelas queridinhas, faturando oito prêmios Emmy e um Globo de Ouro). A HBO prometeu que iria fazer dois filmes para finalizar a história decentemente, porém nunca saiu do papel. Outra série querida por muitos e que teve uma vida mais curta do que deveria é Veronica Mars, que estreou no dia 22 de setembro. Com apenas três temporadas, a série de investigação estrelada por Kristen Bell teve um destino diferente de Deadwood e conseguiu em 2014 colocar um ponto final com o lançamento do filme de mesmo título, realizado com dinheiro dos fãs através de crowdfunding.

Deadwood ocupa a 8ª posição na lista divulgada em 2013 pela revista TV Guide sobre "séries que foram canceladas cedo demais"
Deadwood ocupa a 8ª posição na lista divulgada em 2013 pela revista TV Guide sobre “séries que foram canceladas cedo demais”

Uma série que também vai ganhar filme é Entourage, mas não porque teve vida curta na telinha. Pelo contrário. As crônicas de um astro em Los Angeles foram contadas em oito temporadas, tendo seu primeiro episódio em 18 de julho.

Diferente de Friends, Entourage vai ter um filme! O longa deve estrear em 2015
Diferente de Friends, Entourage vai ter um filme! O longa deve estrear em junho de 2015

Houve espaço para novas séries focadas no público feminino. A primeira delas, The L World, estreou no dia 18 de janeiro. O seriado contava o dia-a-dia de um grupo de mulheres homossexuais e durou seis temporadas. Já Desperate Housewives teve vida mais longa, com oito temporadas, seis prêmios Emmy e três Globos de Ouro no currículo. A narrativa das mulheres que moram num subúrbio nos EUA e todas as mentiras e segredos por trás das belas fachadas começou sua longa carreira no dia 3 de outubro.

Desperate Housewives é a série protagonizada só por mulheres que mais tempo ficou no ar, ultrapassando Charmed por dois episódios - num total de 180
Desperate Housewives é a série protagonizada só por mulheres que mais tempo ficou no ar, ultrapassando Charmed por dois episódios – num total de 180

Um dos maiores fenômenos da TV na década passada certamente fora Lost, que estreou no dia 22 de setembro e durante seis temporadas criou muito mistério, teorias, fãs fanáticos e outros indignados. A história você deve lembrar. Um avião cai numa ilha e os sobreviventes tentam, bem, sobreviver. A série recebeu 10 prêmios Emmy (incluindo melhor série, em 2005), um Globo de Ouro de melhor série dramática em 2006 e entrou em 27º lugar na lista do Sindicato dos Roteiristas de Hollywood das 101 melhores séries de todos os tempos.

– Confira a lista dos 101 Melhores Programas de TV de Todos os Tempos

4, 8, 15, 16, 23, 42
4, 8, 15, 16, 23, 42

A última estreia de grande relevância do ano aconteceu dia 16 de novembro: House. Estrelada por Hugh Laurie, a trama trazia um médico rabugento que detesta pessoas, porém proporcional à sua arrogância é seu brilhantismo em desvendar as doenças dos pacientes. Foram oito temporadas, cinco prêmios Emmy (incluindo melhor direção pelo episódio “House’s Head”, penúltimo capítulo da 4ª temporada, uma das melhores coisas que já vi na TV), dois Globos de Ouro, além de figurar na lista das 101 melhores séries de todos os tempos na 74ª posição e ter sido o programa televisivo mais assistido no planeta em 2008.

 Confira Os Melhores Episódios de House

House não era só um ótimo médico como também filósofo. Ao longo da série, várias citações do protagonista trouxeram notoriedade ao programa. A mais conhecida é "Everybody lies" (em português, "todo mundo mente")
House não era só um ótimo médico como também filósofo. Ao longo da série, várias citações do protagonista trouxeram notoriedade ao programa. A mais conhecida é “Everybody lies” (em português, “todo mundo mente”)

Isso é tudo, pessoal! Esperamos que você retorne para a terceira parte do especial Review Retrô sobre tudo o que de mais importante aconteceu na Cultura Pop em 2004. Na próxima edição, o que rolou na música dez anos atrás.

Perdeu a edição anterior? Confira o que aconteceu em 2004 no cinema clicando aqui.