Mostra com filmes bíblicos é atração do feriado de Páscoa em Balneário Camboriú

A Paixão de Cristo, Jesus Cristo Superstar e O Príncipe do Egito estão na seleção. 

A Cineramabc Arthouse oferece neste feriado de Páscoa uma seleção de cinco filmes com temas bíblicos. A Mostra A Bíblia No Cinema acontece entre sexta-feira (30) e domingo (1) e traz para as telas os longas Ressurreição, de Kevin Reynolds; A Paixão de Cristo, de Mel Gibson; O Príncipe do Egito, de Branda Chapman, Steve Hickner e Simon Wells; Jesus Cristo Superstar, de Norman Jewison; e A Bíblia… No Começo, de John Huston.

Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), podendo ser adquiridos diretamente na bilheteria do local, que funciona das 16h às 22h. A Cineramabc Arthouse fica situada na Rua São Paulo, 581-1, no bairro dos Estados, em Balneário Camboriú.

Confira abaixo a ficha técnica dos filmes e datas com os horários de exibição.

Sexta (30/03)
17hRessurreição, de Kevin Reynolds (Drama/Aventura – 107 minutos – 12 anos – 2016 – EUA)
22h30Jesus Cristo Superstar, de Norman Jewison (Drama/Musical – 108 minutos – 12 anos – 1973 – EUA)

Sábado (31/03)
16h20O Príncipe do Egito, de Brenda Chapman, Steve Hickner e Simon Wells (Animação/Aventura – 99 minutos – Livre – 1998 – EUA)
22h30A Paixão de Cristo, de Mel Gibson (Bíblico – 127 minutos – 14 anos – 2004 – EUA)

Domingo (01/04)
15h50A Bíblia… No Início, de John Huston (Épico – 174 minutos – Livre – 1966 – EUA)

 

Ressurreição, de Kevin Reynolds (Drama/Aventura – 107 minutos – 12 anos – 2016 – EUA)

Sinopse: Às vésperas de um levante em Jerusalém, surgem rumores de que o Messias judeu ressuscitou. Um centurião romano agnóstico e cético (Joseph Fiennes) é enviado por Pôncio Pilatos para investigar a ressurreição e localizar o corpo desaparecido do já falecido e crucificado Jesus de Nazaré, a fim de subjulgar a revolta eminente. Conforme ele apura os fatos e ouve depoimentos, suas dúvidas sobre o evento milagroso começam a sumir.

Jesus Cristo Superstar, de Norman Jewison (Drama/Musical – 108 minutos – 12 anos – 1973 – EUA)

Sinopse: Sob a visão atormentada de Judas Iscariotes (Carl Anderson), conhecemos os sete últimos dias de Jesus (Ted Neely) na Terra, terminando com a sua crucificação, mas sem contar a ressureição. A narrativa é uma mistura de passado e presente, apresentando soldados romanos que usam metralhadora e perseguem um Cristo hippie. Musical dirigido por Norman Jewison.

O Príncipe do Egito, de Brenda Chapman, Steve Hickner e Simon Wells (Animação/Aventura – 99 minutos – Livre – 1998 – EUA)

Sinopse: No Egito antigo, quando os hebreus lá viviam como escravos e o faraó Seti, temendo o constante nascimento de crianças hebréias, pois no futuro poderiam se tornar uma força que ameaçasse seu poder, ordena que todos os bebês hebreus do sexo masculino sejam afogados. Uma hebréia se desespera ao ver que seu filho poderá ser morto e, para salvá-lo, o coloca em uma cesta no rio. A criança acaba sendo encontrada pela rainha, assim Moisés criado como irmão de Ramsés, o herdeiro do trono de Seti. Os dois crescem e se tornam grande amigos, mas Moisés acaba descobrindo sua origem, decide abandonar o palácio e libertar os hebreus, para levá-los para a Terra Prometida.

A Paixão de Cristo, de Mel Gibson (Bíblico – 127 minutos – 14 anos – 2004 – EUA)

Sinopse: As últimas 12 horas da vida de Jesus de Nazaré (James Caviezel). No meio da noite, Jesus é traído por Judas (Luca Lionello) e é preso por soldados no Monte das Oliveiras, sob o comando de religiosos hebreus, que eram liderados por Caifás (Matti Sbraglia). Após ser severamente espancado pelos seus captores, Jesus é entregue para o governador romano na Judeia, Poncio Pilatos (Hristo Shopov), pois só ele poderia ordenar a pena de morte para Jesus. Pilatos não entende o que aquele homem possa ter feito de tão horrível para pedirem a pena máxima e eram os hebreus que pediam isto. Pilatos tenta passar a decisão para Herodes (Luca de Domenicis), governador da Galileia, pois Jesus era de lá. Herodes também não encontra nada que incrimine Jesus e o assunto volta para Pilatos, que vai perdendo o controle da situação enquanto boa parte da população pede que Jesus seja crucificado. Tentando acalmar o povo e a província, que detesta, Pilatos vai cedendo sob os olhares incriminadores de Claudia (Claudia Gerini), sua mulher, que considera Jesus um santo.

A Bíblia… No Início, de John Huston (Épico – 174 minutos – Livre – 1966 – EUA)

Sinopse: As maiores histórias do Antigo Testamento, trouxe para a tela com uma habilidade impressionante e poder neste filme internacional, que mostra os primeiros 22 capítulos de Gênesis. Esta é uma história emocionante sobre um homem, sua queda, sua sobrevivência e sua fé indomável no futuro. Proporcionando brilho grandeza épica, nós interpretação de George C. Scott como Abraão, Ava Garner e Sarah, e Peter O’Toole como as memórias da presença do anjo de Deus. O lendário John Huston dirige esta obra e também apresenta uma interpretação digna de nota, como Noah. Desde a abertura do filme em meio ao caos cósmico à sua mensagem de esperança e salvação, a Bíblia manteve o seu carácter de realizações monumentais de cinema.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close