David Byrne faz side show em Curitiba em março

Esta é uma das apresentações paralelas do cantor que é uma das atrações do Lollapalooza Brasil.

Uma das atrações do Lollapalooza Brasil, David Byrne irá se apresentar em quatro capitais: Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba. A apresentação na capital paranaense ocorre no dia 26 de março (segunda-feira), num modo mais intimista.

O show acontece no Teatro Positivo e os ingressos já estão à venda online pelo site do Disk Ingressos. Os valores são R$ 180 (meia plateia superior), R$ 350 (inteira plateia superior), R$ 250 (meia plateia inferior) e R$ 490 (inteira plateia inferior).

A performances faz parte da turnê promocional do novo álbum solo American Utopia, que será lançado no próximo dia 9 de março. Este é o primeiro trabalho do cantor desde o lançamento de Grown Backwards (2004) e serve como componente musical para o projeto multimídia, Reasons to Be Cheerful, que tem o intuito de disseminar mensagens positivistas. O recém-lançado single “Everybody’s Coming to My House” já vem conquistando excelente feedback.

“Vamos trazer algumas músicas novas…e muitas outros que, suponho, são familiares. Estou animado. Este é o show mais ambicioso que fiz desde ‘Stop Making Sense'”, diz David Byrne sobre os shows.

O Teatro Positivo fica localizado na Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300, Campo Comprido, em Curitiba. O show de abertura fica por conta de Karina Zeviani (às 20h), seguida pela apresentação de Byrne (às 21h).

Sobre o artista

Conhecido como a força por trás de Talking Heads e, mais tarde, como criador da renomada gravadora Luaka Bop, David Byrne também trabalha como fotógrafo, diretor cinematográfico, autor e artista solo. Ele já publicou e exibiu arte visual para mais de uma década.

Seus trabalhos recentes incluem Joan of Arc: Into the Fire, uma exploração teatral da heroína histórica, com a qual estreou no The Public Theater, em Nova York (2017); The Institute Presents: NEUROSOCIETY, uma série de ambientes interativos criados em parceria com PACE Arts + Technology que questiona a percepção humana e seus preconceitos (2016); Contemporary Color, um evento inspirado na tradição folk norte-americana da guarda uniformizada em desfiles, e apresentado no Barclays Center, no Brooklyn, e Air Canada Centre, em Toronto (2015); Here Lies Love, uma produção teatral de 22 músicas sobre a vida de Imelda Marcos, escrita com a colaboração de Fatboy Slim e apresentada no The Public Theater, de Nova York (2013), depois no National Theater, de Londres (2014-2015) e, em seguida, remontada no Repertory Theater, de Seattle (2017); Love This Giant, um álbum de estúdio e nome de sua turnê mundial, criada com St. Vicent (2012); e How Music Works, um livro sobre a história, experiência e aspectos sociais da música (2012).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close