Songbook e show homenageiam história do músico Carlinhos Niehues

Lançamento do livro e apresentação musical ocorrem nesta quinta-feira (6), em Itajaí.

Carlinhos Niehues 02 (Divulgação)Nesta quinta-feira (6), Itajaí recebe um grande show em homenagem ao itajaiense Carlinhos Niehues, que ganha um songbook com sua história e sua obra musical. Tanto o concerto quanto o lançamento do livro ocorrem no Teatro Municipal de Itajaí, a partir das 20h.

O músico catarinense, finado, será homenageado com apresentações de Arnou de Melo, Willian Goe, Peninha, Louise Lucena, Bárbara Damásio, Daniel Montero, Giana Cervi, Giovanni Sagaz e Eliezer Patissi.

Antes da apresentação musical, ocorre primeiramente o lançamento do songbook, no hall de entrada do teatro. Os artistas Ana Luisa Marcolina, Heric Jovita e Rodolfo Lemos farão uma performance poética, com direção de Marcelo F. de Souza.

Ingressos para o show custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada), e podem ser adquiridos diretamente na bilheteria do teatro. O valor arrecadado será revertido aos artistas que irão se performar.

O Teatro Municipal de Itajaí fica localizado na Rua Gregório Chaves, nº 110, no bairro Fazenda, em Itajaí.

Sobre o songbook

A pesquisa foi organizada pela então esposa do músico, Ana Lúcia Niehues. O projeto de pesquisa do livro foi contemplado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Itajaí e renúncia fiscal de APM Terminals. A obra é composta por 22 letras, sendo uma delas inédita, com partituras elaboradas pelo músico Arnou de Melo e arte criada por Silvana Rocha.

Mais que um conjunto de acordes cifrados, a obra apresenta a cronologia do músico, depoimentos de amigos e familiares, cartas, charges, desenhos, pinturas e trechos do diário pessoal de Carlinhos Niehues. Com edição limitada, os exemplares serão vendidos no local, ao valor de R$100 (pagamento em dinheiro).

Carreira do cantor

Carlinhos nasceu em 1957, em Itajaí, e teve sua vida abreviada após um acidente de carro, aos 37 anos, em 1994. Iniciou a vida na música aos 14 anos ao estudar violão clássico e a música popular brasileira. Com 21 anos, deu vida ao grupo Araitá. Na banda, introduziu suas composições, e também fez parte de apresentações do grupo vocal Boca Livre, de Florianópolis. Também colaborou com as bandas Grupo Expresso, Opus 57, Quarta Redenção e com o cantor Beto Mondadori.

Em 1987, viajou para os Estados Unidos, onde se graduou no Musicians Institute, em Los Angeles. Em 1990, apresentou aos mestres do instituto uma prévia do show Antigo Lugar, que viria a ser o foco da sua última turnê por Santa Catarina, em 1993.

Ao final de 1990, ele retornou ao Brasil e em 1992 fundou o primeiro instituto de música de Santa Catarina, o Dr. Muzik, em Itajaí, em parceria com Arnou de Melo e Carlos Coria.

Por Rodrigo Ramos, com informações de divulgação
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s