18 novas séries para ficar de olho na Fall Season em 2016

Westworld, Atlanta, The Good Place, The Crown e Crisis in Six Scenes estão entre os seriados mais promissores dos próximos meses.

A Fall Season já começou e com ela vem novas séries. São diversos debutes e é difícil saber o que pode ou não ser bom — ou qual tem ao menos alguma chance de prestar. Pensando no seriador, fizemos um corte com 18 séries promissoras que estreiam nos próximos quatro meses com o intuito de poupar o seu tempo na hora de escolher qual merece uma chance.

Atlanta (FX)
Data de estreia: 6 de setembro (terça-feira)
Criado por: Donald Glover
Elenco: Donald Glover, Brian Tyree Henry

Criador e estrelado por Donald Glover (Community), a série traz o cenário do rap na cidade de Atlanta através das vidas de Earnest “Earn” Marks, que retorna à sua cidade natal e descobre que seu primo Alfred Miles de repente se tornou uma estrela do gênero, e começa a assessorar sua carreira. Até o momento, a série recebeu apenas críticas extremamente positivas, alcançando 91 na avaliação do Metacritic. As primeiras impressões dizem que o programa tem momentos de gargalhar e outros melancólicos, enquanto consegue falar de forma pontual sobre raça, gênero, o absurdo mundo das celebridades e o medo do fracasso.

StartUP (Crackle)
Data de estreia: 6 de setembro (terça-feira)
Criado por: Ben Ketai
Elenco: Martin Freeman, Adam Brody, Otmara Marrero, Edi Gathegi

O serviço de streaming Crackle ainda não investiu pesado como Netflix, Amazon e Hulu em produções originais, mas as coisas parecem próximas a mudar. StartUp mostra que tem potencial para ganhar a atenção do público, tendo como cabeça do elenco Martin Freeman (Fargo, Sherlock). A série policial se passa em Miami e mostra um banqueiro desesperado em esconder um montante de dinheiro roubado; o líder de uma gangue haitiana-americana quer começar a ter negócios legais; e um hacker americano-cubano tem a ideia que pode revolucionar futuramente o dinheiro como nós conhecemos. Os três núcleos acabam se encontrando e são forçados a trabalhar juntos. Como isso acontece e o resultado desta colaboração fica pra série mesmo.

Better Things (FX)
Data de estreia: 8 de setembro (quinta-feira)
Criado por: Pamela Adlon, Louis C.K.
Elenco: Pamela Adlon

Depois do fracasso comercial (ainda que aclamado pela crítica) de Horace and Pete, o hiato (talvez definitivo ou não) de Louie e o bom Baskets, Louis. C.K. tem outro projeto para TV, agora ao lado de sua companheira de cena em Louie, a atriz Pamela Adlon (Californication, King of the Hill). Nesta comédia, ela vive Sam, uma mãe de três filhas que precisa equilibrar a pressão de trabalhar em Hollywood e ser uma mãe solteira.

Son of Zorn (FOX)
Data de estreia: 11 de setembro (domingo)
Criado por: Reed Agnew, Eli Jorne
Elenco: Jason Sudeikis, Cheryl Hines, Johnny Pemberton, Tim Meadows, Artemis Pebdani

Misturando animação 2D e live action, Son of Zorn conta a história de Zorn, um guerreiro bárbaro animado, que retorna à Orange County para ganhar de seu filho adolescente Alan e sua ex-esposa Edie, que está noiva. O projeto tem produção executivos de Phil Lord e Chris Miller, da série The Last Man on Earth e dos filmes Uma Aventura Lego e Anjos da Lei.

The Case of: JonBenét Ramsey (CBS)
Data de estreia: 18 de setembro
Showrunners: Tom Forman, Eddie Schmidt

Indo na onda de sucessos documentais para a tevê como The Jinx e especialmente Making a Murderer, a CBS resolveu criar uma minissérie documental de seis horas para tentar resolver o caso da morte de JonBenét Ramsey, de seis anos, assassinada há 20 anos. O programa, que será exibido em três noites nos EUA, reúne pessoas envolvidas na investigação original em 1996, incluindo o investigador do FBI, para tentar encontrar o responsável pela morte da garotinha.

The Good Place (NBC)
Data de estreia: 19 de setembro (segunda-feira)
Criado por: Michael Schur
Elenco: Kristen Bell, Ted Danson

Ao emplacar Superstore, a NBC está confiante em restabelecer seu bloco de comédias às quintas-feiras. A maior aposta do gênero para a temporada é The Good Place, estrelada por Kristen Bell (Veronica Mars, House of Lies) e Ted Danson (CSI, Damages). Na trama, uma mulher tem uma experiência pós-vida e descobre que não é uma pessoa tão boa quanto imaginava. A partir disso, a jovem passa a mudar seu comportamento e tratar as pessoas ao seu redor de outra forma. Várias sitcoms promissoras tiveram a chance de virar sucesso no canal, mas nos últimos anos só Superstore conseguiu uma renovação com bons números. Um elenco famoso ajuda, mas não é o único fator. The Good Place precisa ter boas piadas e ser carismática para ficar anos no ar, julgando pelo trailer as expectativas são as melhores, especialmente por ser do mesmo criador de sucessos como Parks and Recreation e Brooklyn Nine-Nine, além de ter sido roteirista de The Office.

This Is Us (NBC)
Data de estreia: 20 de setembro (terça-feira)
Criado por: Dan Fogelman
Elenco: Milo Ventimiglia, Mandy Moore, Sterling K. Brown, Justin Hartley, Stephanie Ray

Com uma sinopse pouco clara, This Is Us acompanha a relação de pessoas que nasceram no mesmo dia. Com mais de oito milhões de visualizações no Youtube, o trailer pega o espectador pela emoção e pretende tirar muitas lágrimas do público. Milo Ventimiglia (Heroes, Gilmore Girls), depois de participar de uma enorme lista de séries canceladas, tem a chance de finalmente estrelar um hit. O drama da NBC tem grandes chances de ser o maior sucesso da TV aberta americana neste ano, pelo menos é uma das séries mais esperadas. Algo ainda não está bem claro sobre a trama da produção, e só após a estreia será possível ter uma leitura melhor. Se os roteiristas pegarem um caminho de ficção científica os resultados podem ser negativos com facilidade. Todos os anos a NBC tem a dificuldade de emplacar mais de uma série novata, mas nós apostamos no sucesso de This Is Us.

Designated Survivor (ABC)
Data de estreia: 21 de setembro (quarta-feira)
Criado por: David Guggenheim
Elenco: Kiefer Sutherland, Natascha McElhone, Maggie Q, Kal Penn

Mesmo com o reboot de 24, Jack Bauer agora virou presidente dos EUA. A história da série gira em torno de um funcionário da Casa Branca (Kiefer Sutherland) que assume o cargo de presidente após um atentado terrorista matar os mais importantes políticos na linha de sucessão. Ganhando a janela de exibição de Nashville, numa tranquila noite de quarta-feira, Designated Survivor tem grandes chances de ser um sucesso. Tramas políticas sempre chamam atenção do público americano, como House of Cards, Scandal e a super premiada The West Wing. O elenco é cheio de carinhas conhecidas da TV e o investimento com a produção parece ter sido alto. Resta saber se o roteiro seguirá uma narrativa rápida com bom diálogos ou teremos mais uma novela dramática típica ABC.

Easy (Netflix)
Data de estreia: 22 de setembro (quinta-feira)
Criado por: Joe Swanberg
Elenco: Jane Adams, Malin Akerman, Andrew Bachelor, Orlando Bloom, Hannibal Buress, Aya Cash, Michael Chernus, Dave Franco, Jake Johnson, Marc Maron, Gugu Mbatha-Raw, Kate Micucci, Emily Ratajkowski, Elizabeth Reaser

Ainda há poucas informações sobre esta produção original da Netflix. O que se sabe é que se trata de uma antologia de oito episódios que fala sobre cultura, amor, sexo e tecnologia, sendo cada episódio uma história diferente ambientada em Chicago. O elenco é bom e o formato lembra Black Mirror — mas será que alcançará o mesmo (altíssimo) nível?

Crisis in Six Scenes (Amazon)
Data de estreia: 30 de setembro (sexta-feira)
Criado por: Woody Allen
Elenco: Woody Allen, Miley Cyrus, Becky Ann Baker, Joy Behar, Lewis Black, Rachel Brosnahan, Christine Ebersole, David Harbour, Margaret Ladd, Elaine May, Michael Rapaport, Rebecca Schull

A primeira série de TV do cineasta Woody Allen chega cercada de curiosidade, especialmente por contar com a cantora Miley Cyrus no elenco, além do próprio Allen. A comédia é situada na década de 1960 durante tempos turbulentos nos Estados Unidos. No meio disso, uma família de classe média suburbana recebe uma visita que irá colocar de cabeça pra baixo a vida dos residentes. Allen dispensa apresentações, mas é bom lembrar algumas de suas conquistas: ele não deixa de lançar pelo menos um filme por ano desde 1982, tem mais de 45 filmes em seu currículos, e já venceu quatro prêmios Oscar, três Globos de Ouro e seis prêmios do Sindicato dos Roteiristas.

Marvel’s Luke Cage (Netflix)
Data de estreia: 30 de setembro (sexta-feira)
Criado por: Cheo Hodari Coker
Elenco: Mike Colter, Mahershala Ali, Simone Missick, Frankie Faison, Alfre Woodard

Seguindo o caminho de Daredevil e Jessica Jones, a Netflix lança em setembro sua terceira série de super-heróis. Anteriormente apresentado na série da investigadora, Luke Cage chega em sua história solo já estabelecido entre os fãs. No decorrer dos 13 episódios, poderemos nos aprofundar na história do homem que ganhou força extrema e pele indestrutível após ser cobaia de um experimento mal sucedido. A história pode circular entre o passado e o presente do herói, trazendo mais participações de Krysten Ritter. Ao contrário das séries irmãs, Luke Cage deve focar em vilões sem poderes especiais, tendo uma pegada similar a de The Wire, algo voltado aos criminosos de rua – uma das referências usadas pelo showrunner.

Westworld (HBO)
Data de estreia: 2 de outubro (domingo)
Criado por: Jonathan Nolan, Lisa Joy
Elenco: Anthony Hopkins, Ed Harris, Evan Rachel Wood, Rodrigo Santoro, James Marsden, Thandie Newton, Jeffrey Wright, Ben Barnes

Westworld é uma das produções mais cercadas de polêmica e mistério dessa Fall Season. Depois de controvérsias e da paralisação das gravações no meio do cronograma, a série finalmente sairá do papel. A produção criada por Jonathan Nolan (Person of Interest) e Lisa Coy (Burn Notice), e com produção executiva de J.J Abrams (Lost), baseia-se no filme de ficção científica homônimo de 1973. A trama gira em torno da revolta de androides contra humanos em um parque de diversões. Em suas prévias, é nítida a pretensão da HBO. A emissora precisa de um novo grande hit e está apostando todas as fichas em Westworld. Desde a primeira temporada de True Detective, os executivos não encontram um sucesso ao nível de Game of Thrones. The Leftovers, grande aposta do canal, construiu uma base de fãs e é amada pela crítica, mas não conseguiu cativar a audiência e nem mesmo o Emmy. Tendo como base sua premissa e os trailers, a trama tem tudo para ser “ame ou odeie” — pode ser tanto a melhor estreia quanto a maior bomba. O elenco estrelar tem potencial e os criadores têm bom histórico, mas temos que esperar até o primeiro domingo de outubro para descobrir.

Conviction (ABC)
Data de estreia: 3 de outubro (segunda-feira)
Criado por: Liz Friedlander, Liz Friedman
Elenco: Hayley Atwell, Eddie Cahill, Shawn Ashmore, Emily Kinney, Merrin Dungey

Mesmo com o cancelamento precoce de Agent Carter, Hayley Atwell não vai ficar muito tempo longe da programação da ABC. Dessa vez, a atriz vai viver a filha de um ex-presidente que lidera uma equipe de advogados, investigadores e médicos forenses que investigam a condenação de possíveis inocentes. Temos aqui um clássico procedural. Os casos da semana e as histórias pessoais vão dividir o tempo de tela, algo similar a The Good Wife. Com um roteiro bem trabalhado, a série pode manter boas histórias. Nada muito profundo, mas com qualidade. A produção vai ocupar o lugar de Castle nas segundas-feiras a partir de outubro e o sucesso é uma incógnita. Seu horário não é dos piores, mas o que atrapalha é a concorrência de NCIS LA.

No Tomorrow (The CW)
Data de estreia: 4 de outubro (terça-feira)
Criado por: Scott McCabe, Tory Stanton, Corinne Brinkerhoff
Elenco: Tori Anderson, Jesse Rath, Amy Pietz

Baseada na série brasileira Como Aproveitar o Fim do Mundo, exibida em 2012 pela TV Globo, No Tomorrow é mais uma aposta da CW nas comédias românticas. Com o sucesso de crítica de Jane The Virgin e Crazy Ex-Girlfriend, a emissora espera emplacar mais uma produção na temporada de premiações. A série acompanha a relação de uma mulher controladora e metódica com um homem que acredita na proximidade do fim do mundo. Numa emissora em que apenas séries de super-heróis são sucesso absoluto, a sobrevivência vai depender da análise dos críticos e de alguns prêmios.

Divorce (HBO)
Data de estreia: 9 de outubro (domingo)
Criado por: Sharon Horgan
Elenco: Sarah Jessica Parker, Thomas Haden Church, Molly Shannon, Talia Balsam, Charlie Kilgore

Da criadora (e estrela) de Catastrophe, Divorce marca o retorno de Sarah Jessica Parker ao canal que lhe rendeu seu maior sucesso da carreira — Sex and the City. A série tem como protagonista o casal formado por Frances e Robert. Casados há anos, ela resolve se divorciar do companheiro de longa data, porém acaba se deparando com as dificuldades de terminar o relacionamento e começar do zero.

Chance (Hulu)
Data de estreia: 19 de outubro (quarta-feira)
Criado por: Kem Nunn, Alexandra Cunningham
Elenco: Hugh Laurie, Gretchen Mol, Paul Adelstein, Diane Farr

Com 20 episódios encomendado logo de cara, divididos em duas temporadas com 10 capítulos, Chance traz Hugh Laurie (House, Veep, The Night Manager) como Eldon Chance, um neuropsiquiatra forense que possui um caso com uma mulher diagnosticada com múltiplas personalidades, cujo abusivo marido é um detetive de homicídios. A partir disso, o protagonista se vê preso num mundo perigoso e violento de falsas identidades, corrupção policial e doenças mentais. Lenny Abrahamson, diretor indicado ao Oscar por O Quarto de Jack, dirige o piloto.

The Crown (Netflix)
Data de estreia: 4 de novembro (sexta-feira)
Criado por: Peter Morgan
Elenco: Claire Foy, Matt Smith, Jared Harris, Vanessa Kirby, John Lithgow, Greg Wise

Apesar de sequer ter estreado, The Crown tem a intenção de recontar os passos da Rainha Elizabeth II, desde os primeiros anos de seu reinado, com 25 anos e tendo que lidar com o primeiro ministro Winston Churchill, até os dias atuais, totalizando 60 episódios em seis temporadas. O criador da série é Peter Morgan, responsável pelo roteiro de A Rainha, filme que concedeu o Oscar de melhor atriz à Helen Mirren quando interpretou a mesma Rainha Elizabeth II durante o período pós-morte de Princesa Diana. Se o tema e a ambição já não fossem o suficiente, vale ressaltar o alto valor da produção: US$ 156 milhões. Com isso, a série se torna a produção original mais cara da Netflix até o momento, seguida pela primeira temporada de The Get Down (US$ 120 milhões).

Gilmore Girls: Um Ano Para Recordar (Netflix)
Data de estreia: 25 de novembro (sexta-feira)
Criado por: Amy Sherman-Palladino
Elenco: Lauren Graham, Alexis Bledel, Scott Patterson, Melissa McCarthy, Keiko Agena, Yanic Truesdale, Kelly Bishop, Liza Weil, Matt Czuchry, Sean Gunn, Jared Padalecki, Milo Ventimiglia, Chris Eigeman

Quase dez anos após o seu encerramento, em maio de 2007, Lorelai e Rory retornam à Stars Hollow para Gilmore Girls: A Year in the Life, minissérie de quatro capítulos de 90 minutos, cada um ambientado em uma das quatro estações do ano: inverno, primavera, verão e outono. Todo o elenco original retorna, exceto por Edward Herrmann, o intérprete de Richard Gilmore, que faleceu no dia 31 de dezembro de 2014.

Por Mikael Melo & Rodrigo Ramos
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s