Sony cancela o lançamento de A Entrevista em todos os cinemas dos EUA

A medida veio após os hackers ameaçarem atacar os cinemas exibidores do filme

A Sony Pictures não aguentou a pressão e cancelou a estreia do filme A Entrevista, que entraria em cartaz nos EUA no dia 25, devido às ameaças dos hackers em atacar os cinemas exibidores do longa-metragem.

[ATUALIZAÇÃO às 13h15 – 18/12] A assessoria de imprensa da Sony anunciou que, até segunda ordem, o filme também não chegará aos cinemas brasileiros. A película tinha data de estreia marcada para 29 de janeiro de 2015 no Brasil.

De ontem pra hoje, as cinco principais redes de cinema estadunidenses decidiram que não iriam exibir a película em suas salas. O cinema que exibiria a premiere de A Entrevista, em Nova York, também cancelou a sessão.

“Em decisão da maioria dos nossos exibidores em não passar o filme A Entrevista, nós decidimos não seguir adiante com o lançamento planejado para 25 de dezembro nos cinemas”, declarou o estúdio através de um pronunciamento publicado no site TheWrap. Confira abaixo a declaração na íntegra, em tradução livre.

“Em decisão da maioria dos nossos exibidores em não passar o filme A Entrevista, nós decidimos não seguir adiante com o lançamento planejado para 25 de dezembro nos cinemas. Nós respeitamos e compreendemos a decisão de nossos parceiros e, é claro, compartilhamos completamente do primordial interesse deles na segurança dos empregados e dos espectadores.

A Sony Pictures tem sido vítima de uma agressão criminosa sem precedentes contra nossos funcionários, nossos clientes, e nossos negócios. Aqueles que nos atacaram roubaram nossa propriedade intelectual, emails privados, e material patenteado, e vendeu para destruir nosso espírito e nossa moral – tudo aparentemente para impedir o lançamento de um filme que eles não gostaram. Nós estamos profundamente tristes com esse esforço descarado para reprimir a distribuição de um filme, e no processo danificar a nossa companhia, nossos funcionários, e o público americano. Nós apoiamos nossos criadores e o direito deles de se expressarem livremente e estamos extremamente desapontados com este resultado.”

Os hackers que invadiram os arquivos da Sony no mês passado e vinham liberando todo tipo de informação do estúdio, ameaçaram ontem através de uma declaração que iriam atacar os cinemas que exibissem o longa, incluindo a premiere, e que os americanos deveriam se lembrar do 11 de setembro. Especula-se que o grupo intitulado “Guardians of Peace” (Guardiões da Paz) faça parte do governo norte-coreano. Tudo isso porque A Entrevista traz em sua trama dois apresentadores de TV que são recrutados pela CIA para matar o ditador do país, Kim Jong-Un.

Cogitava-se lançar o longa-metragem direto em home video através de serviço pago (VOD – video on demand) ou em blu-ray e dvd, porém a Sony decidiu não colocá-lo na rua de nenhum jeito. Informações dos batidores de Hollywood dizem que ao não realizar o lançamento, o estúdio receberia dinheiro do seguro. Caso lance-o de alguma forma, esse reembolso não seria concretizado. O orçamento do longa-metragem é de US$ 42 milhões.

Por Rodrigo Ramos

Um comentário sobre “Sony cancela o lançamento de A Entrevista em todos os cinemas dos EUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.