Jackson Antunes estrela filme rodado em Balneário Camboriú

O curta-metragem ‘Asfixia’ teve suas filmagens realizadas na cidade durante o mês de junho.

Jackson AntunesBalneário Camboriú serve de palco para as filmagens do curta-metragem Asfixia, dos diretores Lay Venancio e Rafael Sylos, responsáveis também pela premissa e o roteiro, respectivamente. O filme, que contou com gravações na cidade entre os dias 9 e 12 de junho, traz como protagonista o ator Jackson Antunes.

O curta conta a história de Gervásio (Antunes), um pescador humilde que passa a maior parte de seus dias sozinho em sua cabana, à beira-mar, e vive à espera de uma ligação de sua filha, Rebeca (Luiza Aparecida), com quem teve uma briga meses atrás. O filme retrata essa intricada relação entre pai e filha, enquanto o pescador vai desenvolvendo uma tosse crônica que vai se agravando.

Com patrocínio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), o curta, produzido pela Koche Filmes, teve como cenário os bairros da Barra e do Estaleiro, que fazem parte da vida dos pescadores locais de Balneário Camboriú. As filmagens foram realizadas nesta parte do ano justamente por coincidir com a época de pesca de tainha.

No elenco, além de Antunes, há também os atores locais Luiza Aparecida e Luciano Estevão. Fazem parte da produção do curta-metragem a cenógrafa carioca Celi Pará, que trabalhou por anos na Rede Globo, o fotógrafo Jaques Rangel e a produtora executiva Dagma Castro, responsável pela viabilização do filme.

“O cinema em nossa cidade é ainda algo novo e estamos enfrentando os desafios de construir os caminhos de provocar a cidade para a construção de uma também nova matriz econômica, a do audiovisual e a Economia Criativa. Temos aqui um imenso cenário à ser explorado por produções de cinema. É a primeira vez que um ator nacional, no porte do Jackson Antunes, vem filmar aqui”, comenta Dagma.

“Estamos com uma equipe de quase 30 profissionais, isso é geração de emprego, o cinema provoca isso na economia local; as produções trazem movimento e recursos para a cidade; temos aqui a primeira Film Commission de SC, a BC Filme, que através da Fundação Cultural nos apoiou em diversas frentes que contribuíram para os serviços que precisávamos, também os apoios da iniciativa privada e de diversos amigos para viabilizar o cachê do ator. Enfim, todos enfrentamos este desafio na certeza que este filme e esta participação do Jackson reverberará positivamente para o futuro que queremos construir e também valorizará a nossa LIC”, completa a produtora executiva.

Fotos: Junior Koche

Por Rodrigo Ramos

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s