Obras retratam as aflições humanas usando a figura de símios

Artes hiper-realistas do brasileiro Luiz Escañuela mostram como o homem, a exemplo do animal, se perde em sua própria natureza para lidar com situações de extremo sofrimento

A nova série do artista Luiz Escañuela, intitulada “Símio“, retrata dores e aflições humanas, utilizando a figura de símios, espécie da ordem dos primatas mais próximos da evolução do homem. A representação do sofrimento humano por meio do animal é resultado de suas semelhanças. O animal assim como o homem perde-se em sua própria natureza para lidar com situações de extremo sofrimento.

A série é o resultado do processo de uma depressão vivida pelo autor, o que conclui em dez obras intimistas e questionadoras. A empatia é o ponto central, quando questiona o modo de interação entre os seres humanos. As obras produzidas em grafite nos mostram os relacionamentos sociais traduzidos por meio do símio e da figura humana, onde o principal questionamento são as diferentes posições a serem tomadas quando estamos domados pelo sentimento de empatia.

Segundo o artista as obras não foram realizadas em seu próprio processo de alívio, “de alguma forma elas mostram o quanto é fácil se desumanizar”, conclui. Luiz acredita que a série “Símio” é o seu meio de denunciar a facilidade das relações humanas de se desconectarem.

Para conhecer mais sobre o novo trabalho de Escañuela, confira a galeria e assista o vídeo abaixo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por Eliza Doré
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s