O que esperar de Vingadores: Era de Ultron

O filme que fecha a Fase 2 da Marvel é, de longe, o longa-metragem mais esperado do ano

O ano que começou com o tão previsível quanto desnecessário ataque aos filmes de heróis por parte de alguns membros da indústria da Sétima Arte, traz como carro chefe dos blockbusters agendados para 2015, a sequência do maior e não necessariamente o melhor filme do tema já produzido até hoje.

Vingadores: Era Ultron não chega só com a missão de encerrar com chave de ouro a segunda fase da Marvel nos cinemas, ele também vai ter a tarefa de dar mais um duro golpe na crítica que insiste em menosprezar filmes produzidos dentro dessas bases, sem analisar a consistência por trás de todos os efeitos especiais e piadas clichês que essas obras oferecem, sem pensar nos quadrinhos que caminharam sozinhos décadas antes de se tornarem um interesse comum e abrangente.

Para ajudar a carregar esse peso, dessa vez os Vingadores não vão ter apenas o Hulk; a já bem estruturada formação de heróis vai contar com as novas presenças de Mercúrio, Feiticeira Escarlate (ambos pertencem ao universo dos X-Men e dos Vingadores e puderam ser usados sem todos entraves que cercaram o Homem-Aranha) e Visão, que ainda tem sua participação guardada como surpresa no filme.

Mais que uma formação enxuta, a nova aventura da Marvel traz também um vilão que justifica a reunião dela. Desculpe Loki, você talvez seja o vilão mais simpático da Marvel, mas a sua ameaça não faz frente ao Hulk, sendo impossível compará-lo ao novo antagonista Ultron, que inclusive segundo comentários vai ter o alcance do seu poder diminuído nas telonas para não possuir papel similar ao futuro adversário da equipe, Thanos. O robô com inteligência artificial suprema, além de trazer um perigo real dentro desse universo, ainda servirá para trazer ao mundo o vingador Visão, numa aparente tentativa da Marvel de tirar o manto de deus que ela mesma deu para o Homem de Ferro, colocando o próprio como criador da máquina, provavelmente almejando que o futuro projeto Capitão América: Guerra Civil, que estreia no ano que vem, se torne um embate de opiniões e não meramente um confronto em que a massiva quantidade de fãs de Tony Stark vão atacar a figura do Capitão América.

No final das contas, a maior dúvida que resta é se o longa vai saber trabalhar com todas as opções que ele mesmo se permitiu ter, se os remendos de todos os filmes que aconteceram após o primeiro Vingadores serão bem costurados dentro dessa trama nova como os trailers demonstram. Mais importante que isso, a nova leva de personagens vai ter que conseguir causar a sinergia que a formação original causou no primeiro filme, para derrubar mais um tijolo da parede de opiniões negativas sobre a real qualidade desses filmes.

Eu, como mero fã, só fico na torcida para que o Capitão erga o Mjölnir no dia 23 de abril, fazendo com que esse novo filme tenha um momento eternizado não pela graça e sim pela relevância.

Confira abaixo ao último trailer lançado do longa-metragem, que apresenta os componentes dos Vingadores. Vingadores: Era de Ultron chega aos cinemas brasileiros no dia 23 de abril.

Por Matheus Tillmann
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s