Nossos palpites sobre o top 5 do The Voice estadunidense

Participantes remanescentes brigam por vagas na final do reality show

Oficialmente na equipe do Previamente, meu primeiro texto se obriga a ser sobre a coisa que eu mais amo assistir no mundo. The Voice Brasil? Não, estou falando do The Voice US, o reality show mais legal da TV americana. Nessa temporada o mega produtor Pharrell Williams e a cantora Gwen Stefani se juntaram ao astro pop Adam Levine e ao rei do country moderno Blake Shelton para escolher a nova voz americana.

Nessa temporada, o reality já se encontra no top 5, que vai ao ar nesta segunda-feira à noite nos EUA. Ao mesmo tempo, temos a temporada com os piores cantores do programa (mesmo o Blake dizendo que é a melhor) e temos os dois dos melhores cantores de todas as edições. Os cinco semifinalistas se apresentarão cantando duas músicas cada um e na terça-feira conheceremos os dois eliminados da noite. Mas se acalmem aí! Pois eles voltam depois com os outros sete eliminados para em uma música cada um tentar conquistar a quarta vaga da final do programa.

Você conhece os cinco semi-finalistas? Caso não conheça, aqui vai um resumo sobre cada um deles.

Craig Wayne Boyd
O único sobrevivente do tri-campeão, Blake Shelton, o rapaz foi descartado por Blake no começo do programa em sua primeira batalha. Mas, após ter sido salvo por Gwen e chutado por ela na segunda batalha, Blake pegou o seu cantor de volta seguindo firme e forte nas melhores interpretações de músicas country e rock californiano do programa.

Melhor performance até agora:

 

Taylor John Williams
O garoto esquisito do cabelo comprido vem levando a Gwen Stefani, dona da equipe mais fraca deste ano, nas costas. Dono de interpretações totalmente excêntricas e de músicas diferenciadas, pode usar de sua excentricidade para cativar o público americano e abocanhar o título levando a primeira mulher coach a vencer o programa.

Melhor performance até agora:

 

Chris Jamison
Adam Levine está humilhando nesta temporada. Único com todos os participantes entre os semifinalistas, fez de Chris Jamison o dono das músicas empolgantes e de falsetes de qualidades inquestionáveis. Tem ao seu lado a pose de galã que pode fazer todas as garotinhas surtarem por ele.

Melhor performance até agora:

 

Damien
O rapaz mais lamentável da temporada do show vem tendo sorte ao lado de Adam Levine. Dono de uma voz deprimida e sofrida, como cachorro que caiu do caminhão da mudança, pode ganhar o The Voice por pena do público.

Menos pior performance até agora:

 

Matt McAndrew
Eu poderia pôr todas as performances dele como as melhores. Ele é simplesmente um dos melhores participantes da história do programa. Mérito também aos conselhos de Adam Levine, que tem sabido como ninguém escolher as músicas certas para o seu garoto de ouro. Matt parece ser capaz de cantar qualquer coisa.

Melhor performance até agora:

 

Quem pode pintar de volta no programa? Aqui vão os palpites.

Jessie Pitts
A indie rocker que conquistou o coração do velho Blake Shelton pode surpreender se escolher a música certa. Dona de um agudo capaz de derreter o coração mais duro, não vem como favorita, mas a vida e o reality são uma caixinha de surpresa.

Melhor performance:

 

Reagan James
Dona de um swing black em um corpo branco, Reagan volta como uma das maiores injustiçadas da temporada. Formando a dupla mais improvável da temporada com Blake, poderia ter caído em uma equipe treinada por Pharrell ou Adam que teria sido melhor aproveitada. Se a garota não ficar nervosa, ela totalmente pode acabar com a brincadeira.

Melhor performance:

 

Luke Wade
Outro que caberia facilmente neste top 5, Luke Wade foi firme e forte até o top 8 da competição fazendo interpretações bem diferentes de músicas antigas. Bem orientado por Pharrell, volta ao lado de Reagan como um dos melhores cantores dos eliminados nesta temporada.

Melhor performance:

 

Sugar Joans
Dona de um bom gosto musical evidente, Sugar é uma cantora correta e ordinária, vindo na onda de Pharrell com suas escolhas musicais certeiras. Provavelmente não fará nem cócegas na repescagem. Abrimos um parênteses pra falar do seu incrível cabelo roxo.

Melhor performance:

 

Danica Shirey
A última mulher a dizer adeus na competição, Danica foi vítima da má escolha de Pharrell no top 8, o que lhe custou caro. A mulher, que deveria estar nas mãos de Blake Shelton, faz o melhor estilo diva de antigamente. Com uma voz potente, pode facilmente virar o jogo e buscar um título voltando através da repescagem.

Melhor performance:

 

Anita Antoinette
Confesso que fiquei mal acostumado com a Tessanne na quinta temporada do The Voice e pra pessoa meter um reggae nesse programa tem que ser algo gigante. Anita deixa totalmente a desejar no gênero, sendo mais uma das cantoras ok do reggae. Treinada por Gwen Stefani, não deve chegar à vaga da repescagem.

Melhor performance:

 

Ryan Sill
Inexplicavelmente o pior candidato que eu já vi. Na verdade tem a explicação de ele ser um daqueles galãs de filme adolescente e ter todas as garotas do lado dele. O rapaz, treinado por Gwen Stefani, foi longe demais chegando ao top 10. Se as fanzocas do cantor se unirem, ele pode sim despontar em uma possível final.

Menos pior performance:

 

Palpite para a final:
Matt, Craig, Taylor e Reagan, com Matt levando o caneco pra casa.

Por Dinho de Oliveira

2 comentários

  1. Também acho que o Matt leva esse ano, mas ao contrário de você eu acho que essa temporada ficou bem melhor que a última. Não sei se essa impressão é por causa das músicas dessa temporada que em sua maioria foram mais conhecidas. Mas de qualquer forma parabéns pelo artigo, muito bem escrito :)

    Curtir

  2. Realmente, Pharrell chegou fazendo muito barulho por ser produtor e ter sei lá quantos prêmios. Adam foi superior com todos os candidatos, muitas vezes deixando de virar a cadeira por conta de Pharell nas disputas. Acho que Adam realmente ficou abalado em alguns programas. Mas mostrou que cacife suficiente para escolher e treinar muito bem os seus candidatos. Pegou Chris Jamison que ninguém prestou atenção no início e fez dele um artista confiante. Matt é um gigante. Canta se apropriando da música de forma respeitosa. Ele [é um brilhante, acho que o melhor candidato que já surgiu (de todas as edições). Não foi feita uma escolha errada sequer para ele. Realmente, Reagan foi in justiçada e se tivesse tido um técnico condizente com o seu estilo, seria uma forte candidata a ganhar. Não coloco tanta fé no Craig, não gosto do estilo e não vi evolução em seu processo. É um cara que canta bem, mas que não tem pegada. Acho as apresentações dele cheias de tédio. Estou sendo injusta? De qualquer forma, para mim, o ganhador é sem dúvida nenhuma, o Matt. Ele surpreende e se supera sempre! Todas as suas apresentações foram memoráveis!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.