Evento multicultural movimenta Itajaí neste sábado

O Nossa Mistura reúne vários artistas em celebração da cultura local

Muita música local, apresentações de teatro, mostras, oficinas, arte urbana e muito mais marcam esta edição do Nossa Mistura, evento multicultural que rola neste sábado no calçadão da Hercílio Luz a partir das 10h. Aproveitando a ocasião, conversamos com Daniel Oliveira, um dos organizadores do evento.

O Vitamina Coletiva envolve a participação de quantas pessoas?
Daniel Oliveira: Dentro do coletivo nós estamos em 9 pessoas.

O projeto envolve diversas apresentações, entre elas música, teatro, mostras e oficinas. Como foi montá-lo pela primeira vez (já que envolve tanta gente) e como foi convencer tantas pessoas a participar?
DO: Tivemos poucas dificuldades em envolver a classe artística, muitos abraçaram a ideia pois compartilhavam dessa necessidade de evento cultural na região. Nosso maior entrave no começo foi em conseguir apoio (técnico e estrutura) para viabilizar os projetos. Parte disso se dá aos poucos espaços públicos e alternativos que temos pra isso, dificuldade que perdura até hoje inclusive. O apoio de empresas também é bem limitado. No começo foi difícil vender somente a ideia do evento sem ter um portfólio e nem mensurar um retorno para quem investe. Hoje já temos conteúdo, isso ajuda muito para concretizar, mas o apoio empresarial ainda é limitado.

O evento deste final de semana se chama Nossa Mistura. Quantas edições já aconteceram e quanto tempo é dedicado desde as primeiras ideias até a concepção e execução do evento?
DO: Essa é a terceira edição. Nós costumamos planejar o evento com pelo menos uns 5 meses de antecedência, pois o formato do Nossa Mistura, por envolver diversas atividades, demanda um espaço amplo e acessível para a realização.

Partindo do que se viu na edição anterior, vocês esperam um público maior do que o ano passado? Quantas pessoas, em média, devem aparecer?
DO: Para esse ano pretendemos atingir um público bem maior em relação aos outros anos. Como parte do evento será feito no calçadão da Hercílio Luz, queremos atingir as pessoas que estarão na região central, desta forma conseguimos diversificar o público também, alcançando não somente o público do Vitamina, mas também muitos outros que não conhecem o evento. A expectativa é de umas 400 ou 500 pessoas.

Em relação ao público, como tem sido a aceitação dele quanto ao Nossa Mistura?
DO: Temos um retorno muito positivo em relação ao evento, o público sempre recebeu muito bem a nossa proposta e abraça a ideia com a gente.

Qual a importância para a cultura local ter um evento que englobe tantos artistas da região?
DO: Gerar diálogo, troca, acesso e misturar tudo, essa é nossa ideia. Muitos artistas não têm espaço e falta apoio. Nós procuramos possibilitar e tornar visível não só para quem prestigia, mas também para quem participa do evento, isso gera visibilidade e uma troca muito importante. Todo mundo ganha.

Por Rodrigo Ramos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.