Louise Salomé por Thais Alemany

Escritora catarinense lança livro em que reflete sobre o lugar do erotismo

Travessia de Salomé – Escrever o Erotismo, o primeiro livro de Louise Salomé, está disponível nas plataformas digitais.

Travessia de Salomé – Escrever o Erotismo é “uma jornada em que tese acadêmica, escrita poética, diário de viagem, prosa ensaística e literatura erótica se mesclam sem atrito ou conflito”. Este trecho escrito por Rubens Rewald, cineasta e professor da USP, é o mais legítimo convite para você entrar nesta travessia, que é livro de estreia da autora catarinense Louise Salomé.

Em seu percurso, Louise Salomé perpassa toda uma reflexão sobre o lugar do erotismo. A obra não segue uma ordem obrigatória e não é dividida em capítulos, mas, sim, em quatro livros, que transitam da morte ao gozo, passando pelo desejo e a angústia.

O Livro 1 traz a Morte como uma falta de presença em si mesma, filosofando em uma conversa entre autores, passando por Hegel, Freud, Nietzsche, Paul B. Preciado, Platão, Lacan e muitos outros. O Livro 2, o Desejo, mostra-se um exercício de cura ao transformar em palavras o desejo da escrita, e a escrita do desejo, sempre faltante e inacabado. No Livro 3, a Angústia, vem a criação da personagem escritora, desta vez escrito em fragmentos, contos, auto ficção e em um diário de bordo da travessia. O Livro 4, o Gozo, é de contos e poemas, finalizando a jornada.

Nascida em Balneário Camboriú (SC), a escritora é bacharel em Filosofia e doutora em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina. Lança seu primeiro livro aos 35 anos, num mergulho de palavras, com sensibilidade e profundidade. Mostra que escrever é também um ato erótico.

O projeto foi financiado pelo Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), com recursos do Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura / Artes, edição 2019.

O livro contou com a edição de Fábio Brüggemann. A capa, o projeto gráfico e a editoração são do Estúdio Semprelo. A imagem da capa e as ilustrações são da artista Camila do Rosário, com manuscritos de Louise Salomé. A produção é de Thais Alemany, da Expancine Produções, e a foto da quarta capa é de Letícia Ichnaz.

Devido à pandemia, o lançamento do livro foi realizado online, no último domingo (6), domingo, no Instagram, onde estão sendo disponibilizados vários tipos de arte tendo o texto do livro como matriz.

 O livro está à venda, ao custo de R$ 30,00. É possível obter uma cópia clicando neste link e também pelo número WhatsApp (47) 99985-6303. Se quiser, visite também o perfil do livro no  

Abaixo, um trecho de A Travessia de Salomé – Escrever o Erotismo, página 124.

“Como escrever o erotismo?

Não posso escrevê-lo senão enquanto o excrevo

Porque ele passa em mim

Jorra do meu corpo, num disparo

Não posso escrevê-lo senão enquanto ele se inscreve em mim

Assim como a madeira pode ser desenhada, cavada, talhada

Meu corpo servindo como carimbo de impressão

O que é escrever o erotismo?

Não posso escrevê-lo senão como um grito!

A boca por milênios sufocada

E o desespero abafado

As palavras não são suficientes para dizer o erotismo,

Nem o erotismo se basta em palavras

Fantasia delineada

Preciso de outra língua

Mais molhada”

Por Josie Mendes, com edição de Rodrigo Ramos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.