Homem de Ferro 3 | Review

Iron Man 3 poster

Iron Man 3
EUA, 2013 – 130 min
Ação

Direção:
Shane Black
Roteiro:
Drew Pearce, Shane Black
Elenco:
Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Don Cheadle, Guy Pearce, Rebecca Hall, Sthephanie Szostak, James Badge Dale, Jon Favreau, Ben Kingsley, Paul Bettany, Ty Simpkins

Homem de Ferro 3 abre a temporada de grandes estreias hollywoodianas no cinema durante o verão norte-americano. O longa-metragem não marca só isso como também é o primeiro da chamada Fase 2 dos filmes da Marvel Studios, que irá pavimentar o caminho para Os Vingadores 2. Mas até 2015 ainda tem muita coisa pra rolar, por isso vamos nos focar no presente.

Nesta retomada, o personagem que ajudou a criar o universo Marvel nas telas volta melhor do que nunca. Ou melhor dizendo: mais humano do que nunca. Em Homem de Ferro 3, Tony Stark (Robert Downey Jr.) assume de vez o papel do mecânico. O milionário passa seus dias enfurnado em sua garagem, criando novas armaduras. É a saída dele para tentar fugir do que aconteceu em Nova York, em Os Vingadores. O filme não finge que nada aconteceu entre Homem de Ferro 2 e a junção dos heróis da Marvel. Pelo contrário. Shane Black (diretor e roteirista do longa, assumindo o lugar que fora de Jon Favreau nos dois primeiros) explora todos os efeitos dos acontecimentos em Os Vingadores.

Tony Stark não consegue dormir e, diferente do que se via nos filmes anteriores, não se preocupa mais em aparecer na mídia e viver a vida de playboy, bebendo e curtindo a vida. Este Tony Stark tem mais profundidade. Não que o personagem não tivesse antes, mas mais do que nunca ele é explorado como um ser humano completo, que tem suas fragilidades e medos. Compreensível. Antes ele se achava o mais poderoso ser do planeta, até que em Os Vingadores ele percebe que é apenas uma formiga se comparado aos deuses, aliens e galáxias encontradas no filme do ano passado. Como lidar com a vida depois de ter entrado num buraco de minhoca? O protagonista encontra dificuldade nisso, tendo ataques de ansiedade e o medo de perder a única pessoa que importa em sua existência: Pepper Potts (Gwyneth Paltrow). Shane Black acerta na maneira em que desenha estes novos traços de Stark, mostrando mais humanidade nele. Há vários momentos ao longo da metragem para que isso ocorra, mas não vou revelar. O que dá para adiantar é que Stark passa por várias provações – sendo muitas delas sem sua armadura, tendo que se virar como um humano normal.

O crédito não é inteiramente de Black. Afinal de contas, Tony Stark não seria quem ele é se não fosse Robert Downey Jr. E o ator arrebenta. Sua melhor atuação, de longe, desde Trovão Tropical (entenda, neste filme ele interpretava um negro!). Downey Jr. é um showman nato. Se antes ele destacava pela ironia e tiradas cruéis de tão engraçadas, agora ele consegue ponderar este lado com um mais sensível, com perturbações, sentindo o peso de suas responsabilidades e da sua insignificância perante o resto do universo. É muito para processar e colocar em uma atuação. Mas ele consegue – e mostra porque o Homem de Ferro é o mais querido personagem da saga Marvel nas telas. Os interpretes de Capitão América, Thor e Hulk não possuem esse carisma, esse arsenal poderoso de interpretação.

Juntamente com a humanização e o clima mais denso do que nos longas anteriores, cresce a participação de Pepper Potts. Com isso, quem fica um pouco de lado é James Rhodes (Don Cheadle), o Máquina de Combate que agora é o Patriota de Ferro. Contudo, ambos são utilizados na medida certa, especialmente Potts, importantíssima para a trama. Ainda se tratando de personagens, Black soube como introduzir de maneira satisfatória cada nova figura em cena. A primeira delas é o Mandarim (Ben Kingsley). O terrorista, que remete a organização Dez Anéis, é a personificação perfeita do antagonista estadunidense. Sem se esforçar muito, dá para ver Osama Bin Laden no papel de Kingsley. Aldrich Killian (Guy Pearce) e Maya Hansen (Rebecca Hall) parecem menos importantes na trama, mas vão ganhando espaço e mostram-se muito mais relevantes do que pareciam ser inicialmente. Fiquem de olho.

Uma das grandes sacadas e reviravoltas no roteiro é o cunho político explorado por Black. Mandarim é o terrorista perfeito do século XXI. É um professor, que afirmar estar dando algumas lições e promete vingança. É dono de uma soberba incrível e um tom de ameaça amedrontador. Mandarim é o que chamamos de o rosto dado ao terror. A ameaça não é real se não lhe é dada uma face, alguém que lidere esta ideia. Mndarim é a personificação ideal para o terror. Mas o que há por trás do homem? Como ele é criado? O que foi feito para que ele se tornasse o comandante? Todas estas questões são respondidas de maneira engenhosa e pertinente pelo afiado roteiro do longa. Vale ressaltar que tudo seria em vão se não fosse a atuação genial de um dúbio Ben Kingsley. O ator, que venceu o Oscar de melhor ator por Gandhi, ainda mostra ser um dos melhores interpretes da atualidade. Nada menos do que sensacional.

Guy Pearce Iron Man 3

No quesito ação, o longa-metragem não deve em nada. Todas as cenas do gênero são entupidas de adrenalina e tensão, com direito a algumas piadinhas de Stark, como é de costume. Seja o ataque à sua casa, ao Força Aérea Um ou o confronto final com todas as armaduras do Homem de Ferro. Elas fazem sentido dentro da trama e são espetaculares.

Iron Man 3 all marks

Se tem alguma coisa que deixa a desejar em Homem de Ferro 3 é o desfecho, um tanto apressado e que não explica explicitamente o arco Extremis. Talvez a intenção seja essa mesmo, deixar algo em aberto e não tão bem reforçado para que seja aproveitado futuramente. Entretanto, Homem de Ferro 3 é uma película que amadurece a Marvel e coloca uma grande incógnita no que virá pela frente, já que este é o único longa do grupo que o filme é redondinho, sem conexões com os próximos que virão – nem mesmo na famosa cena pós-créditos. Joss Whedon terá muito trabalho, isso é fato. Mas esse não é problema nosso por enquanto. O importante é que temos aqui o primeiro grande filme de 2013.

4.5 STARS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.