Valente | Review

Brave
EUA, 2012 – 100 min
Aventura / Animação

Direção:
Brenda Chapman, Mark Andrews
Roteiro:
Brenda Chapman, Mark Andrews, Steve Purcell, Irene Mecchi
Elenco:
Kelly Macdonald, Billy Connolly, Emma Thompson, Julie Walters, Robbie Coltrane, Kevin McKidd, Craig Ferguson

Depois de duas décadas fazendo filmes brilhantes, emocionantes e com qualidade técnica impecável, a Pixar acabou cedendo à febre de continuações e fez com que seu pior filme até então, Carros, ganhasse uma sequência completamente desnecessária. Carros 2 tinha uma história fraca, personagens sem carisma algum, sem apelo emotivo, sendo apenas uma animação qualquer preocupada em vender brinquedos com o número gigantesco de carrinhos no elenco.

 

O amante cinéfilo ficou preocupado. Será que a Pixar começaria a fazer filmes ruins? Os bastidores de Valente também não foram dos melhores. Inicialmente, o longa-metragem se chamaria The Bear and the Bow (em tradução livre, O urso e o arco), mas teve seu nome alterado. Além disso, a diretora Brenda Chapman deveria ser a única a ter uma cadeira no comando, no entanto, no meio da produção entrou Mark Andrews para dividir a batuta.

 

Tínhamos tudo para desconfiar da Pixar, especialmente após Carros 2. Felizmente, o estúdio volta à boa forma e conta uma história em que podemos tanto dar risadas quanto nos emocionar, assim como há dois anos.

 

É a primeira vez que a Pixar utiliza uma personagem feminina como protagonista. Além disso, ela é uma figura que a Disney adora: uma princesa. Não se engane, contudo.  A princesa Merida (Kelly Macdonald) é o oposto da figura real. Ela é uma moleca, temperamental, aventureira e que não se importa para regras de etiqueta. É justamente aí que nasce a principal abordagem do longa. Sua mãe, a rainha Elinor (Emma Thompson) tenta educar a filha para assumir o seu lugar como a próxima rainha. E para isso, a matriarca pega no pé, ensina modos e tenta moldá-la da forma que acredita ser o correto.

 

Pelo fato de a mãe não entendê-la, Merida se rebela. No dia em que três jovens vão disputar sua mão, Merida toma as rédeas de seu próprio destino e ganha a disputa. O caso faz com que ela e Elinor discutam feio, dizendo coisas que nenhuma delas gostaria de sibilar. E dizer o que acontece após disso seria estragar as surpresas que o longa prepara.

 

A proposta de Valente é retratar a relação entre mãe e filha, que muitas vezes é complicada. Apesar de eu não ter uma relação desse tipo, é possível ver a delicadeza e a naturalidade com que o filme retrata isso. Desde o início fica claro que as duas não se dão bem, parte pela implicância da mãe e parte pela rebeldia natural adolescente da filha. Elinor faz o possível para que Merida seja exatamente o que ela quer e em hipótese alguma ela deixa a sua sucessora ao trono escolher qualquer coisa que seja. O fato da rainha não dar ouvidos à Merida em momento algum cria este atrito.

 

Como o próprio Renato Russo já disse, “você diz que seus pais não o entendem, mas você não entende os seus pais”. A maneira de Elinor demonstrar seus sentimentos é complexa e talvez diferente do que Merida acredita ser uma prova de amor real. Mas conversar e compreender as emoções da filha também deveriam estar nas prioridades de Elinor, porém ela falha nisso. Portanto, torna-se insustentável essa relação, e por isso mesmo é que Merida explode, se rebela e decide agir de terminada forma.

O trunfo de Valente é conseguir construir essa relação com primor digno da Pixar, onde dificilmente algum filme de Hollywood (e do mundo inteiro) consegue atingir. Não chega a invocar os sentimentos causados em Up – Altas Aventuras, Wall-E e Ratatouille, mas prova que a Pixar ainda tem muito gás, e mesmo não estando na sua melhor forma, faz obras de qualidade acima do que o cinema em geral oferece. Com um roteiro onde a diversão impera (o longa faz rir em diversas oportunidades), Valente entretém e emociona.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.